Mesmo com avanço no lucro líquido, MRV lidera perdas do Ibovespa

LinkedIn

A MRV (BOV:MRVE3) teve lucro líquido de R$ 190 milhões entre abril e junho deste ano, uma alta de 15% em um ano, em linha com as expectativas dos abalistas da Bloomberg. Já a geração de caixa medida pelo Ebitda avançou 3,8%, para R$ 257 milhões.

A construtora teve receita líquida de R$ 1,55 bilhão no segundo trimestre, uma alta de 20% sobre o mesmo período de 2018. Já a relação das despesas gerais e administrativas sobre a receita líquida recuou de 6,6% para 6,1%, enquanto as despesas comerciais caíram 3,8%, para R$ 143 milhões.

Reação do Mercado

Para a equipe da Mirae Asset, os números da companhia foram novamente sólidos e ligeiramente acima do esperado. Os analistas esperam a recuperação de vendas e do setor com mais ênfase em 2020, uma vez que com a recuperação da economia e juros baixos, juntos devem impactar positivamente no setor.

A Suno Research acredita no potencial de geração de valor da MRV aos seus acionistas no longo prazo, principalmente em face dos resultados apresentados. Entretanto, avalia que seu valuation está em um patamar muito elevado, não oferecendo uma margem de segurança para o investimento.

Com isso, as ações da MRV operam com queda de 5,26% a R$ 21,45, puxando assim a ponta negativa do Ibovespa.

Deixe um comentário