Petrobras dispara com expectativa de privatização; Ibovespa sobe 1,9%

LinkedIn

As ações da Petrobras (BOV:PETR4) dispararam hoje na B3, após notícia de que o governo pretende privatizar a empresa até o fim do mandato do presidente Jair Bolsonaro. As ações preferenciais (PN, sem voto) são as mais negociadas da Bovespa e apresentam alta de 5,95% e as ordinárias (ON, com voto), de 5,7%. Com isso, o Índice Bovespa, que estava em alta desde a manhã com a melhora do cenário externo, ganhou mais força e subia 1,86%, para 101.066 pontos.

Segundo o serviço em tempo real ValorPro, fontes graduadas do governo de Jair Bolsonaro afirmam que, mesmo que a Petrobras não esteja imediatamente na lista das 17 empresas a serem desestatizadas, a equipe econômica prevê esse caminho para a estatal antes do término da atual gestão.

No exterior, a ata do Comitê de Mercado Aberto (Fomc) do Federal Reserve (Fed, banco central americano) mostrou que na última reunião que reduziu os juros em 0,25 ponto percentual, os diretores chegaram a discutir um corte maior, de 0,5 ponto, mas a maioria optou por seguir a recomendação do presidente Jerome Powell, de um corte menor. Foi o primeiro corte desde a crise mundial de 2008. O mercado futuro de juros americano projeta mais um corte na próxima reunião do Fed, de 0,25 ponto.

Com isso, as bolsas americanas seguem em alta, com o Índice Dow Jones ganhando 0,93 por cento. O Standar Poor s 500 sobe 0,82 por cento e o Nasdaq, 0,90 por cento. Na Europa, o índice regional Euro Stoxx 600 subiu 1,21 por cento, com alta de 1,11 por cento do Financial Times, de Londres, 1,30 por cento do DAX, da Alemanha e 1,70 por cento do CAC, de Paris. Na Itália, o MIB subiu 1,77 por cento, apesar da crise política após a renúncia do primeiro-ministro Giuseppe Conte.

Com o Fed cauteloso, o dólar segue forte no mercado internacional, com ligeira queda no Brasil. A moeda americana está em baixa de 0,58%, vendido a R$ 4,03. No mercado de juros, as taxas estão em baixa, de 0,09 ponto percentual no contrato mais longo, para janeiro de 2025, projetando 6,86% de juros.

As maiores altas do Ibovespa são das ações da Eletrobras, com a perspectiva de privatização também, com o papel ON subindo 12,3% e o PN, 9,79%. MRV ON sobe 7,58%, Cyrela ON, 7,81% e Cielo ON, 4,08%. As maiores baixas são de CSN ON, 2%, Suzano ON, 2,15%, Lojas Americanas PN, 0,45% e Ambev ON, 0,42%. .

Deixe um comentário