Rainforest Foundation vai usar Criptomoedas e Blockchain para ajudar Amazônia

LinkedIn

Nas últimas semanas, os incêndios na Floresta Amazônica têm recebido muita atenção da mídia mundial. E a Rainforest Foundation está aproveitando o momento para iniciar uma ação de caridade que utiliza Criptomoedas e tecnologia de Blockchain para conseguir fundos.

A ONG norte-americana Rainforest Foundation publicou uma carta aberta à comunidade de criptomoedas, pedindo ajuda com a sua ação de caridade.

Apesar da carta vir em um momento de preocupação global sobre o desflorestamento da Amazônia, a ONG não está apenas aproveitando os holofotes. Ela já vem trabalhando nesse tipo de ação há mais de cinco anos, com projetos que já que visam usar a tecnologia para elaborar soluções voltadas para a preservação de florestas tropicais ao redor do mundo.

Em maio de 2014, a fundação começou a desenvolver a sua própria criptomoeda, uma moeda híbrida PoW/PoS chamada Bitseeds. Segundo a própria fundação, esse projeto inicial não alcançou o sucesso esperado. Mas apesar disso, eles continuaram explorando novas formas de incorporar esse tipo de tecnologia promissora nas suas causas.

Na carta aberta, direcionada aos “hodlers” de criptomoedas, a fundação explica que o novo projeto de blockchain irá trabalhar com a Regen Network para recompensar comunidades locais que estão preservando a floresta.

“Hoje, nós estamos desenvolvendo um piloto de transparência na blockchain com a Regen Network, permitindo que os doadores acompanhem o nosso trabalho na Floresta Amazônica e recompensem comunidades locais que estão protegendo as suas florestas com criptomoedas. Nós já somos parte do time cripto a um bom tempo, mas agora nós precisamos de vocês no nosso time.”

Através da publicação, a fundação está convidando os holders de criptomoedas a fazerem doações para a causa. Eles também estão pedindo aos veículos voltados para criptomoedas para espalhar a palavra sobre o seu projeto.

Suzanne Pelletier, Diretora Executiva da Rainforest Foundation, disse acreditar que a comunidade de criptomoedas seja a chave para a busca por muitas soluções.

“Os negócios de sempre nos levaram a este ponto. A filantropia de sempre não vai nos tirar dele. Nós precisamos de soluções inovadoras, e não há ninguém mais inovador do que os usuários de criptomoedas.”

O projeto também tem intenção de desenvolver um método de impedir as madeireiras e mineradoras ilegais através do uso de contratos inteligentes.

Para saber mais como fazer doações ou conhecer mais sobre o projeto, acesse o site oficial da Rainforest Foundation.

A preocupação com a Amazônia

Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, a Floresta Amazônica teve uma redução de 80% entre 2006 e 2012. Em 2018 os níveis de desmatamento chegaram aos mais altos da década, com um aumento de 13% em apenas um ano. Segundo pesquisadores, em 2019 esses números serão ainda mais alarmantes.

De acordo com um estudo realizado pela Universidade Yale, a pecuária é a responsável por 80% do desflorestamento que está acontecendo na Amazônia. E uma grande parte das carnes produzidas na região são enviadas eventualmente para a Europa e América do Norte. A mineração de ouro e exploração madeireira também possuem uma grande participação no desflorestamento da região.

Veja o Ranking das principais criptomoedas

Deixe um comentário