Libra pode considerar mudar a sua estratégia de lastro

LinkedIn

Não é segredo para ninguém que a Libra, criptomoeda proposta pelo Facebook, está atraindo muita atenção (positiva e negativa) dos investidores e principalmente dos órgãos reguladores. Um dos motivos que alguns órgãos acreditam que a Libra é um risco é em ameaçar a soberania das moedas fiat, principalmente o dólar.

Segundo a Reuters, o Facebook agora está considerando abordagens alternativas para o lastro que Libra usaria.

O Facebook, que enfrenta um crescente ceticismo em relação ao seu projeto de moeda digital Libra, disse no domingo que a iniciativa pode usar criptomoedas baseadas em moedas nacionais como o dólar, em vez da sintética inicialmente proposta.

Havia originalmente 28 membros fundadores da Associação Libra. O PayPal decidiu renunciar à participação no grupo em 4 de outubro de 2019.

Não muito tempo depois, no dia 11 de outubro de 2019 a Ebay, Stripe, Mastercard, Visa e Mercado Pago também anunciaram que estariam deixando a associação Libra. A Reuters informou que a Booking Holdings Inc também deixou o grupo.

As desistências vieram logo depois que algumas dessas empresas receberam cartas de políticos dos EUA que estavam preocupados com os riscos que a Libra oferece para o sistema monetário tradicional.

Como comprar Litecoin no Brasil

Por trás de todo o projeto está David Marcus, que tem sido o principal defensor da Libra, o que não deve estar sendo um trabalho fácil. A Reuters informou que Marcus disse em um seminário bancário que o principal objetivo da Associação Libra era criar um sistema de pagamentos mais eficiente, mas que estava aberto a analisar abordagens alternativas para o lastro que moeda que usaria.

David Marcus compartilhou algumas alternativas em potencial: “…poderíamos ter uma série de stablecoins, uma stablecoin em dólar, uma stablecoin em euro, uma stablecoin em libras esterlinas, etc.”

Veja o Ranking das principais criptomoedas

Deixe um comentário