Tether emite US$30 milhões em meio a queda do Bitcoin

LinkedIn

O Bitcoin surpreendeu o mercado completamente no começo desta quarta-feira, despencando quase US$500 dólares, mantendo a queda durante todo o dia e fechando o período de negociação abaixo dos US$7.500.

Além dos compradores que sempre entram em momentos de queda e os que apostam em posições short para ganhar com a queda, mais uma coisa corriqueira desses momentos aconteceu. A Tether (USDT) emitiu uma grande quantidade de criptomoedas.

Desta vez, a conta do Twitter do Whale Alert (@whale_alert) notou uma emissão de US$30 milhões em USDT na blockchain TRON pelo Tesouraria da Tether, que transferiu esse valor imediatamente para a corretora Bitfinex.

Há cerca de um mês, a Tether agiu de maneira semelhante, criando cerca de US$15 milhões em USDT e transferindo o valor para a corretora Huobi. Essa movimentação aconteceu assim Bitcoin caiu para cerca de US$8.000.

 

Comprar Ethereum no Brasil – Método Fácil

 

Desde então, a Tether também emitiu perto de 2,5 milhões de USDT na TRON pouco tempo depois de emitir mais cerca de 20 milhões de USDT uma semana antes. Lembrando que, por ser uma stablecoin, cada USDT vale US$1.

Obviamente, esses movimentos estão quase certamente sendo feitos para aumentar o preço do Bitcoin de forma artificial, pois não é de hoje que existe uma grande desconfiança que a Tether manipula o preço do criptomercado.

Como o BeInCrypto chegou a mencionar em um artigo, sempre que há uma queda no volume de negociação do Tether, tendemos a ver o preço do Bitcoin corrigido significativamente.

Dito isto, essa atitude não é totalmente legal, e a empresa está envolvida em um processo há algum tempo em relação aos seus esquemas de pump e dump.

Afinal, essa emissão de moedas é tecnicamente uma forma de manipulação de mercado, e é de se admirar que a Tether e a Bitfinex tenham conseguido se safar por tanto tempo.

Veja o Ranking das principais criptomoedas

Deixe um comentário