Coluna do TradingView: Opinião dos Colunistas

LinkedIn

Perante tantas incertezas, confia o ponto de vista dos analistas do TradingView sobre o mercado Brasileiro.

Filipe Ramos

Dólar Americano X Real Brasileiro (FX:USDBRL)

Sempre que um ativo sobe muito, começa a se falar em como ele vai subir mais mais. Mesma coisa acontece quando um ativo cai demais, o senso comum começa a anunciar mais queda. Porém o patamar de 4.20 se mostrou uma zona de venda em diversos períodos, acredito que não será diferente agora. Atuação do Banco Central é dada como certa no caso de altas mais extremadas.

Ademais, o mercado sempre precificou no dólar o descontrole das contas públicas, dessa vez os motivos desta alta são diferentes das máximas anteriores visto que o governo conseguiu amortecer o déficit neste ano. As causas dessa alta são exógenas e possivelmente passageiras: crise política na América do Sul (talvez a principal razão dessa alta , os gringos não sabem geografia da América do Sul ), guerra comercial (guerra infinita) EUAxChina, e talvez uma desconfiança no atual governo. Tudo isso são notícias de última hora que podem perder a relevância em um piscar de olhos. Nada, no macro, aponta pra novas máximas do dólar e a tendência é de retorno para os patamares de 4-3.90R$.

Vamos ver se não teremos mudanças de cenário mas a se conservar a situação atual meu viés é de baixa para o dólar. (veja o gráfico dinâmico).

FR

Gabriel Fauth

Cotação S&P 500 (SPI:SP500)

SPX deixou resistência semanal em 3127 e começa a testar LTA de curtíssimo prazo, ameaça correção de mais de 100 pontos de acordo com o preço. Suporte bem definido como zona de compra em 3018 pode ser a melhor zona de interesse para grandes players. O momento de venda vem crescendo contra os compradores todavia o otimismo sobre entre acordo EUA e China pode influenciar positivamente o índice.

Basendo-se na fibonacci expandido pelas ondas de alta , o alvo 1 foi atingido em 3120 e o próximo alvo fica em 3200 pontos na SP500 como 161% da fibonacci caso não tivermos correção. O único driver a vista é o trade deal.

Abaixo de 3000 ainda estão situados níveis de retração baseados em fibonacci, o pivot de baixa semanal e o LTA de longo prazo, onde o preço vem respeitando fortemente. (veja o gráfico dinâmico).

GF

Paulo Tedesco

Vale ON – (BOV:VALE3)

VALE3 dispara compra pelo hiloactivator. Agora voltou para sua LTA (linha de tendência de alta ) a qual havia sido perdia. Formou um candle de dúvida, mas abriu em gap de alta. Já opera acima da mme5 e mme20, as médias já estão com viés altista! (veja o gráfico dinâmico).

PC

Shima Trader

Ambev SA ON – (BOV:ABEV3)

ABEV3 segue corrigindo dentro de um canal de baixa e deve ir procurar a região de suporte entre os 17,00 e os 16,25, a mesma inclusive que projeta nosso fibonacci. (veja o gráfico dinâmico).

ST

Disclaimer: Análises aqui são apenas estudos. Não são recomendações de investimento, nem de compra nem de venda. Tampouco refletem a opinião do veículo de mídia no qual estão sendo vinculadas. São estudos direcionados a pessoas com conhecimento e experiência no mercado. Se você não tem experiência, não opere. E se tiver experiência, não opere também.

Nossos Autores:

Filipe Ramos – Trader desde 2016, focado em índices e commodities. Geólogo de Formação.

Gabriel Fauth – Especulador de mercados internacionais. Acompanhe suas análises no TradingView.

Paulo C. Tedesco – Paulo Cesar Cano Ramirez, trader atuante em vários mercados. pctedesco.blogspot.com.

Kleber Shimabuku – Desenvolvedor de sistemas, trader de ações, opções e futuros. https://shimatrader.com.br

Deixe um comentário