Petrobras quer antecipar acordo de coparticipação com chinesas

LinkedIn

Petrobras (PETR4): Petrobras quer antecipar acordo de coparticipação com chinesas, planeja dobrar plataformas em Búzios

Em teleconferência sobre o desempenho da companhia nos leilões de petróleo sediados na semana passada, a Petrobras afirmou que tem a intenção de assinar o acordo de coparticipação com as petroleiras Chinesas CNOOC e CNODC antes do prazo estipulado no leilão dos barris excedentes da Cessão Onerosa;

A licitação dos barris excedentes da Cessão Onerosa indica que o limite para a Petrobras e os consórcios vencedores para assinarem um acordo vai até outubro de 2021, mas a companhia planeja fechá-lo até dezembro de 2020;

Além disso, o diretor de exploração e produção da Petrobras, Carlos Alberto Pereira de Oliveira, afirmou que a companhia almeja dobrar o número de plataformas em Búzios até 2024, com a instalação de cinco novas plataformas até 2024. Com relação aos investimentos necessários, o diretor afirmou que os aportes dependerão do tamanho das novas plataformas e modelo de contratação (podendo ser unidades próprias ou afretadas). A companhia também estuda elevar a capacidade de produção das plataformas em Búzios para 200 mil barris / dia, ante os atuais 150 mil;

Segundo XP

Notamos que uma visibilidade maior do plano de desenvolvimento das novas reservas adquiridas pela Petrobras será necessária para a incorporação da produção futura de petróleo nas nossas estimativas. O motivo de nossa abordagem conservadora tem relação aos atrasos verificados no passado. Notamos que a Petrobras planeja apresentar seu novo plano de negócios em seu evento no início do próximo mês. Mantemos recomendação de Compra nas ações.

Deixe um comentário