BTG troca Petrobras e CCR por Gerdau e BR Properties na carteira para dezembro

LinkedIn

Investing.com – O BTG Pactual divulgou na manhã desta segunda-feira sua carteira recomendada para o mês de dezembro, realizando duas trocas com as saídas Petrobras (PETR4) e CCR (CCRO3), para as entradas de Gerdau (GGBR4) e BR Properties (BRPR3).

Em novembro, as recomendações do BTG tiveram ganhos de 0,77%, abaixo do desempenho do Ibovespa, que foi de 0,95%. Rumo (RAIL3), com ganhos de 7,1% foi o destaque positivo e, com queda de 4,3%, CPFL (CPFE3) ficou na ponta oposta.

Para os analistas, o ambiente político na América Latina, incluindo o Brasil, deteriorou-se no último mês, mas continuam confiantes de que um crescimento econômico mais forte pode aliviar algumas das preocupações mais imediatas, especialmente aquelas relacionadas a um cenário político mais volátil. Eles destacam que, de fato, há evidências crescentes de que a economia está acelerando, com a equipe econômica aumentando sua estimativa de crescimento do PIB para 2020 de 1,8% para 2,3%.

A equipe do banco vê a negociação do Ibovespa em níveis relativamente atraentes, refletindo principalmente o fato de que as taxas de juros reais podem ter se estabilizado em níveis abaixo do histórico. Como acontece desde outubro do ano passado, a estrutura da carteira foi mantida intacta e principalmente exposta a ações líquidas e de empresas de alta qualidade, que se beneficiam diretamente da recuperação econômica esperada do Brasil e das taxas de juros reais mais baixas.

Para dezembro, o BTG está aumentando a exposição à infraestrutura e ao setor imobiliário, adicionando a siderúrgica Gerdau (GGBR4e a BR Properties (BRPR3), substituindo a Petrobras (PETR4e a CCR (CCRO3). Para a Gerdau, eles enxergam uma melhora na demanda por aços longos, em decorrência de um mercado imobiliário em expansão, e as perspectivas de mais projetos de infraestrutura leiloados para empresas privadas.

Por seu lado, os analistas acreditam que a BR Properties (BRPR3) parece se beneficiar da crescente demanda por escritórios principais em São Paulo e Rio, à medida que as taxas aumentam no primeiro e as vagas caem no segundo. A BRPR é uma ótima maneira de obter baixas taxas de juros reais de longo prazo.

Composição: 15% – Itaú Unibanco (ITUB4); 10% – JBS (JBSS3), Lojas Renner (LREN3), Rumo (RAIL3), CPFL (CPFE3), Localiza (RENT3), Gerdau (GGBR4), Totvs (TOTS3) e BR Properties (BRPR3) ; 5% – Oi (OIBR3).

Deixe um comentário