ANÁLISE: Payroll surpreendendo nos EUA

LinkedIn

Os dados de mercado de trabalho americano vieram acima do esperado pelo mercado, em linha com a informação recebida na quarta-feira.

Evidentemente, o número foi uma grande surpresa positiva para o mercado. O setor de construção criou 44k vagas no mês, em grande parte explicada pelo clima ameno. Education and health contribuíram com 72k vagas criadas, após registrar 22k no mês passado.

Em suma, vemos um número mostrando forte criação de vagas, junto com um leve fortalecimento pelo lado dos salários e elevação na taxa de participação. A combinação de vagas criadas junto com salários ainda controlados garante que o FED possa manter a sua retórica de juros parados ao longo do ano. Enquanto isso, a elevação da taxa de participação reforça o discurso de que ainda há ganhos a serem extraídos de manter um mercado de trabalho extremamente aquecido.

Comentários:

Os dados de mercado de trabalho americano vieram acima do esperado pelo mercado, em linha com a informação recebida na quarta feira:

Change in Nonfarm Payrolls: 225k (esperado: 165k; anterior: 145k)
Change in Private Payrolls: 2026k (esperado: 155k; anterior: 139k)
Change in Manufacturing Payrolls: -12k (esperado: -2k; anterior: -12k revisado para -5k)
Average Hourly Earnings (MoM): 0.2% (esperado: 0.3%; anterior: 0.1%)
Average Weekly Hours: 34.3 (esperado: 34.3; anterior: 34.3)
Desemprego: 3.6% (esperado: 3.5%; anterior: 3.5%)

Evidentemente, o número foi uma grande surpresa positiva para o mercado. O setor de construção criou 44k vagas no mês, em grande parte explicada pelo clima ameno. Education and health contribuíram com 72k vagas criadas, após registrar 22k no mês passado.

Por dentro do índice, merece especial destaque a manutenção de average weekly hours em patamar baixo para o momento do ciclo, repetindo 34.3 pelo quarto mês consecutivo. A média móvel (MM) de três meses deste indicador está no menor patamar desde 2011 e indica um mercado de trabalho menos dinâmico.

Pelo lado dos salários, o average hourly earnings avançou 0.2467% (MoM) e retomou expansão de 3.1% (YoY). Por dentro do índice, destaque para o forte avanço na parte de serviços (saindo de 0.071% para 0.284% MoM), enquanto a parte de contruction ficou inalterada no ritmo de expansão do mês passado (0.161%) e mining contribuiu negativamente pelo terceiro mês consecutivo (acelerando o ritmo de queda de -0.029% para -0.55%).

A parte de serviços foi especificamente impactada por um forte avanço na parte de trade e information, ambos mostrando forte reversão após leituras negativas no mês passado. Poderemos ver um ajuste em direção à média ao longo dos próximos meses na medida em que estas categorias estabilizam.

Em termos anuais, as MMs de três, seis e doze meses de average hourly earnings seguem em queda, ainda que a de três e doze meses tenha observado uma marginal moderação no ritmo de desaceleração com o dado de hoje.

Em suma, vemos um número mostrando forte criação de vagas, junto com um leve fortalecimento pelo lado dos salários e elevação na taxa de participação. A combinação de vagas criadas junto com salários ainda controlados garante que o FED possa manter a sua retórica de juros parados ao longo do ano. Enquanto isso, a elevação da taxa de participação reforça o discurso de que ainda há ganhos a serem extraídos de manter um mercado de trabalho extremamente aquecido.

*Felipe Sichel é estrategista do Modalmais

Fonte: https://www.modalmais.com.br/blog

Deixe um comentário