Bom dia, Investidor! 06 de fevereiro de 2020

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor! Com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

Destaques corporativos

Klabin (KLBN11): informou nesta quarta, 5, após o pregão, que foi aprovado o pagamento de dividendos intermediários. O valor total da distribuição é de R$ 23 milhões.O valor correspondente às ações ordinárias e preferenciais é de R$ 0,00436417970/ação. O valor correspondente às Units é de R$ 0,02182089850/Unit. O pagamento dos dividendos intermediários será realizado em 20 de fevereiro de 2020 e as ações passarão a ser negociadas “ex-dividendos” a partir de 11 de fevereiro de 2020.

Cia. Hering (HGTX3): informou sobre a abertura de um novo programa de aquisição de ações de emissão da própria companhia. A quantidade a recomprar se limita a 1.490.000 (um milhão e quatrocentas e noventa mil) ações ordinárias que corresponde a 1,17% do total das ações ordinárias em circulação.Segundo a empresa, a recompra é para permanência em tesouraria e posterior alienação ou cancelamento, bem como para utilização em planos de opção de compra de ações ou outras formas de remuneração baseada em ações. 

Banco Pan (BPAN4): informou nesta quarta, 5, após o pregão, que no 4º trimestre de 2019, teve lucro líquido de R$ 167,6 milhões, com crescimento de 25% em relação ao lucro de R$ 134,6 milhões do 3º trimestre de 2019 e alta de 128% frente ao lucro de R$ 73,6 milhões do 4º trimestre de 2018. O Lucro Líquido acumulado em 2019 totalizou R$ 516 milhões, com crescimento de 133% frente ao Lucro Acumulado de R$ 221,5 milhões em 2018. Segundo o Banco, os principais fatores que sustentaram os resultados dos últimos trimestres foram melhoria da margem financeira e provisões de crédito recorrente sob controle. O Patrimônio Líquido Consolidado do PAN totalizou R$ 4.926 milhões em dezembro de 2019, frente aos R$ 4.831 milhões em setembro de 2019 e aos R$ 4.096 milhões em dezembro de 2018. O retorno anualizado sobre patrimônio líquido médio foi de 13,7% no 4º trimestre de 2019, frente ao retorno de 11,9% no 3º trimestre de 2019 e de 7,2% no 4º trimestre de 2018. O retorno ajustado anualizado (não auditado) foi de 24,6% no 4º trimestre de 2019, frente aos retornos de 23,4% no 3º trimestre de 2019 e de 17,3% no 4º trimestre de 2018. No ano de 2019, o retorno sobre patrimônio líquido médio foi de 11,4%, frente ao retorno de 5,8% em 2018, e o retorno ajustado (não auditado) foi de 22,5% e 15,5% respectivamente. 

Petrobras (PETR3 e PETR4):  O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vendeu a fatia de 9,6% das ações com direito a voto (ordinárias) que detinha da Petrobras por cerca de R$ 22 bilhões. O movimento é simbólico: reduz drasticamente o investimento do banco de fomento em empresas e, ao mesmo tempo, marca a redução da participação do governo na estatal. Hoje, o governo detém 50,2% da petroleira.

Ambev (ABEV3):  O Conselho de Administração da Ambev aprovou indicação de Lucas Machado Lira para substituir Fernando Mommensohn Tennenbaum, que assumirá a posição de CFO na Anheuser-Busch Inbev, segundo comunicado da companhia na noite de quarta-feira.

Localiza (RENT3):  A Localiza Hertz, maior locadora de automóveis do Brasil, realizará uma emissão de debêntures no valor de R$ 1 bilhão. A empresa decidiu realizar a operação após uma reunião do Conselho de Administração, na sede em Belo Horizonte (MG). A empresa definirá a data da emissão dos papéis, que terão vencimento em 2025.

Sanepar (SAPR11):  A Sanepar – Companhia de Saneamento do Paraná -, prepara a emissão de R$ 350 milhões em debêntures sênior, com vencimentos para 2027 e 2029. A operação deverá ser feita no Brasil, em data a ser informada pela companhia.

A Moody’s América Latina afirmou os ratings corporativos (CFR, em inglês) e os ratings de dívida sênior sem garantia em Ba2/Aa2.br (escala global e escala nacional brasileira, respectivamente) e manteve a avaliação de perfil de risco de crédito individual (BCA, em inglês) em ba2 da Companhia de Saneamento do Paraná – Sanepar (SAPR11).A perspectiva é estável. 

Segundo a agência, os ratings corporativos Ba2/Aa2.br da Sanepar refletem a área de concessão atrativa da companhia, com contratos de longo prazo que oferecem mais visibilidade sobre a geração de fluxo de caixa, seu desempenho operacional sólido em relação aos seus pares; e as métricas de crédito fortes e resilientes da empresa, com Caixa Gerado nas Operações (FFO) sobre dívida líquida e cobertura de juros pelo FFO esperados acima de 37% e 6,4x, respectivamente.

Daycoval (DAYC3): O Banco Daycoval (DAYC3), especializado no atendimento a empresas, anunciou na noite de ontem um lucro líquido de R$ 288 milhões no quarto trimestre de 2019, em expansão de 46,5% sobre igual período de 2018. Já no ano inteiro de 2019, o lucro líquido do Daycoval foi de R$ 983,9 milhões, um crescimento de 50,4% sobre 2018.No ano de 2019, as operações de crédito somaram R$ 3,2 bilhões, expansão de 7,6% sobre os R$ 3 bilhões de 2018. O total de ativos sob controle do Daycoval cresceu 20% em 2019, para R$ 34,8 bilhões. A carteira de crédito ampliada teve expansão mais robusta, de 38,8% em 2019, para R$ 27,3 bilhões.

BR Properties (BRPR3): A Brasil Properties, empresa administradora de imóveis comerciais, informou ontem que obteve um lucro líquido de R$ 311,3 milhões em 2019. A receita bruta da empresa caiu 6% para R$ 474,4 milhões. Segundo a empresa, a receita bruta de locação, que representa 96% do faturamento, caiu 7% em comparação a 2018, para R$ 455,8 milhões. A empresa explicou que a queda ocorreu em parte porque perdeu a receita dos aluguéis após a venda de 15 imóveis comerciais.No total, a BR Properties somou R$ 1,58 bilhão com as vendas. A empresa atua em São Paulo e no Rio de Janeiro. Já a receita obtida com a administração de edifícios comerciais cresceu 2% em relação a 2018, para R$ 18,8 milhões. O EBITDA de 2019 foi de R$ 775,5 milhões. A receita líquida da empresa caiu 10% para R$ 379 milhões

Dólar

O dólar opera em queda nesta quinta-feira, 6, com com a decisão do Banco Central (BC) de reduzir a taxa básica de juros, a Selic, de 4,5% para 4,25% ao ano. Sendo cotado a R$ R$ 4,2185 às 9h.

Commodities

Minério de ferro: Os contratos futuros mais líquidos do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian, na China, tiveram alta de +0,94%, cotados em 590 iuanes.

Agenda econômica

■ Indicadores nacionais

  • A FGV divulga às 8h os dados do Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) referentes a janeiro.
  • FGV divulga às 8h os dados do Indicador Coincidente de Desemprego (ICD) referentes a janeiro.

■ Indicadores Internacionais

  • EUA – Os pedidos de seguro-desemprego da semana encerrada no último sábado serão publicados às 10h30 pelo Departamento do Trabalho.
  • EUA – Os dados preliminares do custo da mão de obra e da produtividade do quarto trimestre de 2019 serão publicados às 10h30 pelo Departamento do Trabalho.
  • Alemanha – As encomendas à indústria de dezembro serão publicadas às 4h pelo Ministério de Economia e Tecnologia.
  • Eurozona – A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde discursa às 5h em evento em Bruxelas, na Bélgica.
  • Eurozona – A Comissão Europeia divulga suas previsões econômicas às 7h.
  • China – A balança comercial de janeiro será publicada às 23h pela alfândega.

Termômetro B3

DESTAQUES VAR %  FECHAMENTO (R$)
USIM5  +4,90% R$ 10,27
BBAS3  +4,46% R$ 50,40
BPAC11  +4,31% R$ 78,90
HAPV3 -4,84% R$ 58,38
ABEV3 -2,27% R$ 17,25
YDUQ3 -1,94% R$ 55,50

Deixe um comentário