Ações europeias avançam após onda de estímulo frear liquidação

LinkedIn

Por Sagarika Jaisinghani

(Reuters) – As ações europeias tentavam outra recuperação nesta terça-feira, com uma nova onda de estímulos monetários e fiscais interrompendo uma venda global nos mercados acionários, mas evidências crescentes dos danos econômicos da pandemia de coronavírus deixavam os investidores ansiosos.

Em um esforço global coordenado para estabilizar os mercados financeiros em uma das maiores perdas já registradas, a Alemanha lançou um pacote de estímulos de até 750 bilhões de euros, enquanto o Federal Reserve adotou medidas sem precedentes para aumentar o crédito em toda a economia.

Todos os principais índices dos países subiam no início do pregão. Às 8:02 (horário de Brasília), o índice FTSEEurofirst 300 (FTEU3) subia 5,14%, a 1.161 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 (STOXX) ganhava 5,08%, a 295 pontos, caminhando para sua melhor sessão desde agosto de 2015.

“Provavelmente é apenas uma reação natural à extensão das perdas nas últimas sessões, mais do que qualquer coisa específica”, disse Connor Campbell, analista da Spreadex.

. Em LONDRES, o índice Financial Times (FTSE) avançava 4,05%, a 5.196 pontos.

. Em FRANKFURT, o índice DAX <.GDAX> subia 6,42%, a 93.302 pontos.

. Em PARIS, o índice CAC-40 (FCHI) ganhava 5,28%, a 4.121 pontos.

. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib (FTMIB) tinha valorização de 6,17%, a 16.520 pontos.

. Em MADRI, o índice Ibex-35 (IBEX) registrava alta de 4,83%, a 6.531 pontos.

. Em LISBOA, o índice PSI20 (PSI20) valorizava-se 2,92%, a 3.705 pontos.

Deixe um comentário