Hapvida divulga lucro líquido de R$ 214,5 milhões no quarto trimestre

LinkedIn

A empresa Hapvida (BOV:HAPV3) divulgou na manhã desta quinta-feira (26) o resultado do quarto trimestre (4T19) com queda no lucro líquido.

O valor divulgado foi de R$ 214,5 milhões, acima do consenso de R$ 190 milhões.

Considerando as aquisições e excluindo os efeitos do IFRS 16, o valor representa uma redução de 8,3% em relação ao mesmo período de 2018.

A receita líquida também ficou acima do consenso e no valor trimestral atingiu R$ 1,7 bilhão, representando um aumento de 47,4% sobre o número registrado nos últimos três meses de 2018. No ano completo de 2019, o avanço foi de 23,1%, totalizando R$ 5,6 bilhões.

O Ebitda, que mede a geração operacional de caixa da empresa, subiu 49,1% no trimestre e totalizou R$ 344,3 milhões. A variação na base anualizada foi de 23,2%, tendo o montante atingido R$ 1,1 bilhão.

O lucro dos 12 meses do ano, por sua vez, cresceu 9,9%, passando de R$ 788,3 milhões em 2018 para R$ 866,6 milhões em 2019.

Também houve aumento da rede própria, a companhia atualmente possui 445 ativos, entre eles temos 39 hospitais, 42 unidades de pronto atendimento, 185 clínicas e 179 unidades de diagnóstico por imagem e coleta laboratorial, atingindo as cinco regiões do país.Outro ponto que vale o destaque é o aumento dos leitos hospitalares, atingindo no ano de 2019 um número de 2.635, deve ressaltar que no ano de 2019 houve a entrada de 3 hospitais que são: Hospital Geral de Joinville, Hospital Geral Padre Cícero e Hospital das Clínicas de Parauapebas.Neste sentido, nota-se que a empresa vem buscando cada vez mais ampliar a sua verticalização.

Quanto aos custos da companhia, temos que no ano de 2019 o resultado foi de R$ 3,400 bilhões (+23,44%), esse aumento é decorrente principalmente pelo aumento dos custos médico-hospitalar em virtude das novas aquisições.

Assim, o Lucro Bruto da Hapvida no ano de 2019 foi de R$ 2,233 bilhões (+26,66%), explicado pelos fatores citados acima. Além disso, a Margem Bruta da companhia atingiu um índice de 39,65% frente a um índice de 39,80% em 2018.

As despesas com vendas terminaram 2019 com um resultado de R$ 519,727 milhões (+17,21%), justificado pelo aumento da despesa com marketing, comissões e perdas sobre créditos. Já as despesas administrativas e gerais encerraram 2019 em R$ 676,080 milhões (+33,30%), esse aumento se deve a despesa com serviço próprio, serviço de terceiros, despesas com localização e provisões.

Já as despesas financeiras em 2019 foram de R$ 214,585 milhões (+419,97%), esse aumento é justificado aumento de empréstimos, atualização monetárias e juros sobre o direito de usos. As receitas financeiras da Hapvida em 2019 foram de R$ 310,580 milhões (+45,75%), esse aumento se deve principalmente ao aumento dos Rendimento de aplicações. Assim, o resultado financeiro da companhia foi de R$ 95,995 milhões (-44,13%)

O resultado positivo foi influenciado principalmente pelas receitas do Grupo São Francisco e do Grupo América, além do crescimento no número de beneficiários (5,1%) de planos de assistência odontológicos e de 10,8% no ticket médio de planos médicos.

A empresa está “bastante otimista” com integração, vê sinergias em linhas com projeções e prazos para finalizar absorção podem ser menores.
Por conta do coronavírus, a Hapvida diz que montou esquema especial de operações para os próximos meses e conta com capacidade suficiente para atendimento.
Análise da Demonstração do Fluxo de Caixa

Quanto a geração de caixa operacional da companhia, o resultado de 2019 foi de R$ 656,779 milhões (+27,11%), impactado principalmente pelo aumento do Lucro Líquido da companhia e da Depreciação. A Hapvida terminou 2019 com um saldo de Caixa e Equivalentes de Caixa de R$ 224,229 milhões (+20,89%).

Análise do Balanço Patrimonial

Os empréstimos da Hapvida terminaram 2019 com um saldo de R$ 2,111 bilhões, deve-se ressaltar que no ano de 2018 a companhia não possuía empréstimos. A motivação dessas captações de empréstimos foram para realizar as aquisições anunciadas no ano de 2019.

Apesar disso, conforme a figura abaixo, a companhia possui uma dívida líquida positiva, na medida que ela possui mais Caixa e Aplicações Financeiras do que dívidas, deixando a companhia em uma situação bem confortável.

Deixe um comentário