Mercados avançam após atuação emergencial do FED

LinkedIn

ÁSIA: As bolsas de valores asiáticas fecharam em alta na quarta-feira, depois que Wall Street afundou, apesar do corte emergencial nos juros dos EUA com o objetivo de neutralizar os temores de que um surto de vírus possa deprimir a atividade econômica global.

O Kospi da Coreia do Sul liderou os ganhos regionais ao saltar 2,24%, fechando em 2.059,33 pontos, após o país propor um orçamento extra de 11,7 trilhões de won coreanos (US $ 9,86 bilhões) para combater o surto de coronavírus e seu impacto econômico, de acordo com um relatório da Yonhap. A Coreia do Sul tem mais de 5.300 casos confirmados até agora, tornando-o o país com o maior número de infectados fora da China.

Na China continental, o composto de Xangai subiu 0,63%, enquanto o composto de Shenzhen ganhou 0,36%. O Índice PMI dos serviços Caixin/Markit caiu de 51,8 para 26,5 em janeiro. O nível de 50 pontos nas leituras do PMI separa o crescimento da contração.

O índice Hang Seng de Hong Kong caiu 0,24% após a leitura mais recente do Índice PMI de Hong Kong da IHS Markit  atingir um nível recorde de baixa em 33,1 pontos em fevereiro.

No Japão, o Nikkei fechou em alta de 0,08%, em 21.100,06 pontos, enquanto o índice Topix encerrou o pregão em alta de 0,17%. O iene japonês, muitas vezes visto como um ativo de segurança em tempos de incerteza econômica, foi negociado a 107,55 por dólar, depois de atingir uma alta anterior de 106,84.

Enquanto isso, as ações na Austrália caíram, com o ASX 200 fechando em queda de 1,71%, a 6.325,40 pontos. Entre as empresas de commodities, BHP caiu 1,4%, Forrescue Metals avançou 0,8% e Rio Tinto adicionou 1,3%. A produtora de petróleo Woodside Petroleum despencou 3,6%.

O PIB da Austrália subiu 0,5%, acima das expectativas no quarto trimestre, de acordo com dados do Australian Bureau of Statistics, ficando acima previsão de crescimento de 0,3% em uma pesquisa da Reuters.

O Reserve Bank of Australia reduziu sua taxa de juros para um novo recorde na terça-feira. O governador do banco central, Philip Lowe, disse que “o surto de coronavírus no exterior está afetando significativamente a economia australiana atualmente, principalmente nos setores de educação e viagens”.

No geral, o índice MSCI Asia ex-Japan fechou em alta de 0,43%.

EUROPA: Os mercados europeus negociam em alta na quarta-feira, após corte surpresa do Federal Reserve dos EUA na terça-feira.

O pan-europeu Stoxx 600 sobe 0,97%, com ações relacionadas com o setor de recursos básicos liderando os ganhos, enquanto ações de viagens e lazer recuam.

Entre as mineradoras listadas em Londres, Anglo American sobe 1,9%, Antofagasta avaça 2,2%, BHP adiciona 2,4% e Rio Tinto opera em alta de 3,7%.

Os mercados globais reagiram ao corte de emergência de 50 pontos base nas taxas de juros por parte do Federal Reserve na terça-feira.

O Stoxx 600 da Europa inicialmente aumentou mais de 3% com as notícias, mas depois reduziu os ganhos para fechar em alta de 1,2%. Nos EUA, as ações também subiram inicialmente, mas depois caíram acentuadamente após negociações voláteis.

EUA: Os futuros dos índices de ações dos EUA apontam para uma abertura positiva na quarta-feira, após primeiros resultados da Super Terça mostrarem que o ex-vice-presidente Joe Biden saiu vitorioso entre os principais candidatos democratas e tranquilizou os investidores.

A sessão de terça-feira marcou mais uma sessão volátil para investidores dos EUA, depois que o Federal Reserve anunciou um corte emergencial nas taxas de juros em um esforço para ajudar a pacificar os investidores preocupados com as conseqüências econômicas do coronavírus.

A decisão  de cortar as taxas em meio ponto percentual ocorreu duas semanas antes da próxima reunião agendada do Fed e refletiu a crença do banco central de que uma ação rápida seria mais eficaz para combater o impacto do vírus. O corte extraordinário do Fed foi a primeira ação emergencial entre as reuniões agendadas desde a crise financeira.

Embora as bolsas inicialmente tenham negociadas em alta, o Dow, o S&P 500 e o Nasdaq Composite reverteram o curso para encerrar a sessão de terça-feira em notável baixa. O Dow caiu mais 2,9% e o S&P 500 caiu 2,8%, com os dois índices voltando ao território de correção.

Os investidores, por sua vez, investiram nos títulos do tesouro dos EUA, com o rendimento dos títulos 10 anos abaixo de 1% pela primeira vez. Os rendimentos dos títulos caem à medida que seus preços aumentam. Enquanto isso, o ouro saltou 2,9%, para US $ 1.644,40 por onça.

Na agenda econômica está prevista a divulgação do PMI de serviços, estoque de petróleo e o livro bege.

ÍNDICES FUTUROS – 7h40:
Dow: +2,12%
SP500: +1,90%
NASDAQ: +2,09%

OBSERVAÇÃO: Este  material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado e a europeia no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados.

Deixe um comentário