Navegador Opera autoriza compras de criptomoedas com cartões de débito e Apple Pay nos EUA

LinkedIn

O navegador Opera, móvel e desktop, está expandindo as compras de criptomoedas para usuários dos EUA, enquanto a empresa norueguesa procura continuar construindo suas credenciais da Web 3.0.

Por meio de uma parceria com a Wyre, empresa financeira licenciada nos EUA no setor de criptomoedas, o Opera permitirá que os clientes baseados nos EUA comprem Bitcoin (BTC) e Ether (ETH) diretamente da carteira de criptomoeda do navegador. Os usuários do Android podem usar cartões de débito, enquanto os usuários do dispositivo Apple iOS podem comprar usando o Apple Pay.

As compras pelo navegador móvel – Opera para Android ou Opera Touch na Apple App Store – estão abertas a residentes da Suécia, Dinamarca e Noruega há mais de um ano, e um porta-voz do Opera observou que a empresa pretende disponibilizar em outros países “muito em breve”.

Embora o Opera seja um participante relativamente pequeno nos Estados Unidos, com uma quota de mercado de 0,48%, de acordo com o Statcounter, possui uma participação de mercado mais significativa, de 2,12%, na Europa. Segundo o Opera, atende 320 milhões de pessoas com soluções de entrega de conteúdo para navegadores e IA.

Removendo obstáculos à adoção

A empresa também afirma que sua solução Apple Pay permite que os usuários passem “de zero a cripto em menos de 30 segundos”.

“No passado, obter criptomoedas era um processo complicado que levava horas ou até dias. Quando você o compara com essa perfeita solução, que leva menos de 30 segundos, é realmente um game changer”, disse Charles Hamel, chefe de criptomoeda do Opera.

A empresa listada na NASDAQ explica que pretende continuar buscando maneiras de eliminar barreiras à adoção de criptomoedas.

Embora o Opera esteja disponível ao público há 24 anos de várias formas, ele está procurando diferenciar sua oferta dos líderes de mercado, como Chrome, Safari e Firefox, através da adição de recursos da Web 3.0, como a carteira de criptomoeda e um explorador DApp, além de segurança e ferramentas de privacidade.

O navegador Brave habilitado para criptomoeda conquistou um uso significativo desde o lançamento e passou de 10 milhões de usuários ativos mensais em dezembro de 2019.

Por Jon Rice

Deixe um comentário