Powell diz que EUA podem estar entrando em recessão e FED ainda tem espaço para dar suporte à economia

LinkedIn

O presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, prometeu na quinta-feira que o banco central continuará usando as ferramentas necessárias para combater a desaceleração econômica provocada pela crise do coronavírus.

Em entrevista ao programa “Today” da NBC, o chefe do banco central disse que as recentes iniciativas adotadas pelo Fed ajudarão a fornecer capital às empresas que precisam e serão especialmente úteis quando o vírus for controlado.

“Quando se trata desse empréstimo, não vamos ficar sem munição, isso não acontece”, disse Powell à Savannah Guthrie, da NBC. “Ainda temos espaço político em outras dimensões para apoiar a economia”.

Nas últimas duas semanas, o Fed elevou sua taxa de referência a quase zero e iniciou uma série de medidas destinadas a manter o fluxo de crédito. O Fed também se juntou ao Departamento do Tesouro em programas que fornecerão financiamento para empresas de todos os tamanhos.

Powell disse que o Fed está buscando “lugares onde o crédito não está sendo oferecido onde deveria ser oferecido”.

“Podemos intervir e comercializar isso. Isso é uma coisa muito positiva e apropriada nessa situação altamente incomum em que estamos “, disse ele.

Com a economia americana parando em um esforço para impedir a propagação do vírus mortal, Powell enfatizou que essa não é uma retração normal provocada por uma crise em uma parte específica da economia.

Ele disse que o crescimento foi forte de outra maneira e espera que continue assim que o vírus for controlado.

“Estamos tentando criar uma ponte de uma economia muito forte para outro local de força econômica”, disse Powell. “É isso que nossos empréstimos fazem”.

Deixe um comentário