Dólar encerrou em queda de 1,63% cotado a R$ 5,14 com atuação do banco central e mercado externo

LinkedIn

Dólar encerrou em queda de 1,63% cotado a R$ 5,14 com atuação do banco central e mercado externo

Em 2020, o dólar já acumula alta de mais de 29,25% contra a moeda brasileira.

No acumulado da semana, a moeda subiu 0,83%, e continua engatando a sétima semana consecutiva de valorização, período em que somou ganhos de 22,20%.

Dólar  Comercial Hoje

O dólar futuro iniciou o pregão desta quarta-feira em queda pelo terceiro dia consecutivo, apesar da moeda americana voltar a ganhar ligeira força contra seus pares no exterior, com a volta da cautela às bolsas pelo avanço da pandemia na Europa e a especulação de um novo pacote de ajuda nos Estados Unidos de US$500 bilhões.

O Banco Central programou rolagem de até 10 mil contratos de swaps cambiais vencidos de maio. O presidente da autoridade, Roberto Campos Neto, participou de teleconferência do Credit Suisse. Campos Neto disse que o BC está preparado para intervenções mais fortes no câmbio e e estão correndo de forma ‘apropriada’ no momento.

Durante a manhã o dólar mudou de direção por duas vezes e passou a cair após anúncio de leilão de swap cambial pelo Banco Central, que trocou uma oferta de rolagem por uma de contratos novos. Perto das 11h50, o dólar futuro recuava 0,61%, para R$5,199, tendo iniciado o pregão em queda e subido logo depois, acompanhando a força da divisa no exterior, com os investidores nervosos com o aumento dos casos e mortes de coronavírus e à espera da ata da reunião do Federal Reserve, o Fomc. A divisa oscilou entre a mínima de R$5,196 e a máxima de R$5,255.

O BC ofertou US$500 milhões em contratos de swap, adiando a rolagem de outros 10 mil contratos que vencem em maio para as 12h30. O horário original do leilão de rolagem era 11h30.

Após a atuação, o dólar voltou a cair e ficou abaixo de R$ 5,20. Assim que saiu a ata do FED, o dólar atingiu a mínima e o futuro ficou negociando abaixo dos R$ 5,15, com queda de 1,5% na última hora de negociação.

O dólar comercial encerrou o dia em queda de 1,628% ante o real nesta quarta-feira, 08 de abril de 2020, negociado a R$ 51418, para compra e a R$ 5,1432 para venda.

Na sexta-feira (03), a moeda norte-americana havia subido 1,13%, atingindo seu maior nível histórico, cotado a R$ 5,32.

Dólar em abril

No mês de abril, após seis pregões, a moeda norte-americana apresenta uma desvalorização de 0,68%. Foram três pregões de alta consecutivos e agora já são três dias de quedas seguidos. No último pregão de março, o dólar fechou cotado a R$ 5,1933 para compra e a R$ 5,1944 para venda.

Anúncios Banco Central (BC)

Campos Neto, presidente do Banco Central, disse que o banco está preparado para intervenções mais fortes no câmbio.

Banco Central perdeu R$ 31,2 bilhões com atuação no câmbio em março. No acumulado do ano houve uma perda de R$ 50,932 bilhões.

Para amanhã, o Banco Central já anunciou nova oferta de até 10 mil contratos de Swap Cambial para rolagem de Maio.

Dólar Futuro (DOLK20) Maio

O dólar futuro de maio (BMF:DOLK20) operava em queda de 1,8% sendo cotado a 5.138,50 na última hora de negociação.

Deixe um comentário