Via Varejo (VVAR3) sobe 13% após Bradesco BBI e XP recomendarem o papel; Empresa anuncia compra da ASAPLog

LinkedIn

O banco Bradesco BBI elevou a recomendação para as ações da Via Varejo (BOV:VVAR3), controladora da Casas Bahia e do Ponto Frio, de neutra para outperform – acima da média de mercado. O BBI fixou preço-alvo de R$ 9,00 para a ação VVAR3 em 2020, uma alta de 41% sobre os R$ 6,38 da sessão de sexta-feira na B3.

Segundo o BBI, a melhora na nota da Via Varejo aconteceu porque a empresa reforçou o seu canal de comércio eletrônico em meio à epidemia do coronavírus e prepara planos para o pós-pandemia. “Nós estimamos um crescimento de 30% nas vendas online da Via Varejo, a empresa realizou melhorias na plataforma. Como outras empresas do varejo brasileiro, a VVAR3 foi forçada pela pandemia a acelerar suas vendas pela Internet”, avalia o BBI.

O banco também avalia que a Via Varejo superará a fase de pagamentos mais pesados de dívidas. “A empresa conseguiu refinanciar R$ 500 milhões em dívidas e nós projetamos que o caixa líquido deve fechar em R$ 2,8 bilhões no fim de abril, com o desconto das faturas de cartão de crédito. O próximo desafio da empresa é pagar uma nota promissória de R$ 1,5 bilhão que vence em setembro”, avalia o BBI. “Acreditamos que a empresa será capaz de pagar ou de refinanciar, mesmo com a emissão de nova dívida. Embora os bancos estejam mais conservadores, a maioria dos varejistas têm conseguido captar recursos, mesmo que a um custo maior”, comenta o BBI.

XP recomenda compra

A XP investimento enxerga como positiva as notícias divulgadas pela empresa na manhã desta segunda-feira. Tanto a compra da ASAPLog como o crescimento no e-commerce.

“Ambos os anúncios mostram o progresso importante que a companhia tem feito no canal digital. Na nossa opinião, estas serão fortalezas importantes para que a companhia fortaleça ainda mais o seu posicionamento no período de retomada das atividades”, avalia a XP.

“Além disso, a normalização gradual das vendas também deve minimizar as preocupações de parte dos investidores em relação à geração de caixa da empresa ao longo dos próximos meses. Em relação a esse tópico, também ressaltamos que os pagamentos do crediário da companhia também têm surpreendido positivamente, com cerca de 50% dos vencimentos de abril sendo pagos, mesmo após a empresa ter postergado os mesmos”, conclui a empresa.

A XP mantém recomendação de compra e define preço-alvo de R$ 9,50.

Via Varejo compra ASAPLog

A Via Varejo informou ainda na manhã de hoje que adquiriu a empresa ASAPLog, de Curitiba (PR), por um valor não revelado. A ASAPLog tem cinco anos de atuação no mercado logístico de distribuição de produtos nas cidades brasileiras. Segundo a Via Varejo, a aquisição se dará através de seu braço logístico, a sua subsidiária VVLOG Logística LTDA, também sediada em São Caetano do Sul (SP). “A companhia já conta com a melhor logística de distribuição e com a aquisição melhorará sua distribuição em escala nacional”, informou a controladora da Casas Bahia e Ponto Frio.

Vendas já chegam a 70% do pré-lockdown

Mesmo com a vasta maioria de suas lojas fechadas, a Via Varejo está conseguindo fazer 70% de seu faturamento pré-lockdown de maneira consistente, e em pelo menos dois dias chegou a atingir 80%, disse o CEO Roberto Fulcherberguer ao Brazil Journal.

A Via Varejo (BOV:VVAR3) tem reaberto lojas gradualmente, na medida em que as restrições são suspensas. Neste final de semana, 190 das 1.070 lojas estavam funcionando,e a companhia espera que o número cresça para 220 no domingo que vem. Saiba mais…

Via Varejo vai divulgar o resultado do 1T20 no dia 13 de maio. Em 2020 as ações da empresa desvalorizaram 42,88%.

ADVFN fará a cobertura completa da temporada de balanço das empresas do 1T20.

Conheça o Telegram ADVFN e fique por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro. 

Deixe um comentário