Via Varejo (VVAR3): Papéis sobem mais de 18% e lideram com folga o volume do Ibovespa

LinkedIn

Roberto Fulcherberguer disse em uma live realizada na segunda-feira que o segmento on-line tem ganhado espaço dentro da empresa e representou de 70% a 80% das vendas de março.

A Via Varejo anunciou ontem a aquisição da empresa de tecnologia e logística ASAPLog, que promete fortalecer as operações de venda digital da companhia.

“Com plataforma de e-commerce bem desenvolvida, a companhia conseguiu contornar a situação de crise para o varejo e mostrou ter tido bom desempenho mesmo com suas lojas físicas fechadas” disse em relatório Luis Sales, analista de empresas da Guide Investimentos.

Além disso, as cerca de 200 lojas reabertas após o início da flexibilização da quarentena atingiram níveis de venda semelhantes ao período pré-quarentena, segundo a empresa.

Nas últimas semanas a companhia ganhou cerca de 10% de market share, e em dois dias essa semana, os papéis tiveram forte volume e excelente valorização de 35%.

A empresa lidera com folga o volume de negócios desta terça-feira:

volume2804

Montanha russa em 2020

 

A acentuada valorização das ações da Via Varejo ocorre em um momento de incertezas sobre os impactos do isolamento social no resultado das empresas, principalmente das varejistas.

No início do ano, havia grande expectativa sobre o setor, com a perspectiva de aumento do consumo das famílias – e a Via Varejo era tida como uma das grandes apostas. Em fevereiro, os papéis da companhia chegaram a acumular alta de 49% no ano, liderando as valorizações do Ibovespa, principal índice acionário do Brasil.

Porém, todo o otimismo deu lugar ao pânico quando o coronavírus bateu à porta das bolsas de valores. Após um intenso movimento de venda, os papéis chegaram a figurar entre as maiores quedas da bolsa, acumulando perdas de 63,21% em 2020.

Recomendação de compra

O banco Bradesco BBI elevou a recomendação de neutra para outperform – acima da média de mercado. O BBI fixou preço-alvo de R$ 9,00 para a ação VVAR3 em 2020, uma alta de 41% sobre os R$ 6,38 da sessão de sexta-feira na B3.

A XP investimentos enxerga como positiva as notícias divulgadas pela empresa na manhã desta segunda-feira. Tanto a compra da ASAPLog como o crescimento no e-commerce e mantém recomendação de compra e define preço-alvo de R$ 9,50.

Via Varejo compra ASAPLog

A Via Varejo informou ainda na manhã de hoje que adquiriu a empresa ASAPLog, de Curitiba (PR), por um valor não revelado. A ASAPLog tem cinco anos de atuação no mercado logístico de distribuição de produtos nas cidades brasileiras. Segundo a Via Varejo, a aquisição se dará através de seu braço logístico, a sua subsidiária VVLOG Logística LTDA, também sediada em São Caetano do Sul (SP). “A companhia já conta com a melhor logística de distribuição e com a aquisição melhorará sua distribuição em escala nacional”, informou a controladora da Casas Bahia e Ponto Frio.

Deixe um comentário