Bom dia ADVFN - Dia de agenda cheia e mercados em alta após dados da China

LinkedIn
Esse é o Bom dia, Investidor! 15 de maio de 2020, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!
Os futuros americanos e as bolsas europeias abrem em alta nesta sexta-feira após os dados da produção industrial chinesa superarem as expectativas e crescerem 3,9% em abril deste ano, a maior expansão mensal ano a ano verificada em 2020.
Na Ásia, as principais bolsas encerraram sem uma direção única. Tóquio subiu (+0,6%), mas Xangai e Hong Kong tiveram leves baixas, de -0,1% e -0,2%, com as preocupações com a pandemia ainda pesando nos negócios.
Após fechar em forte alta ontem, com a Agência Internacional de Energia divulgando que a demanda deve ser de 690 mil barris a menos do que a previsão anterior, o petróleo volta a subir nesta sexta-feira.
Os futuros internacionais de petróleo Brent (NYMEX:BZ\N20) negociam agora em alta de 1,4%, negociado a US$ 31,84.
O WTI (NYMEX:CL\M20) também sobe 1,9%, sendo negociado a US$ 28,07.
Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian fecharam em alta de +3,33%, cotados a 668.000 iuanes, equivalentes hoje a US$ 94,05
Bitcoin é negociado em queda de 2,10%, valendo US$ 9,600.

Coronavírus

O mundo atingiu a triste marca de 302.493 mortes e mais de 4.444.670 casos de coronavírus.

Os números no Brasil seguem crescendo, com 203.165 casos e 13.999 mortes confirmadas hoje pela Universidade Johns Hopkins.

Em São Paulo, a taxa média de ocupação das UTIs de hospitais municipais reservados para Covid-19 já chega a 89% e a decisão de Lockdown na cidade parece cada dia mais forte.

O presidente Jair Bolsonaro aumentou os ataques às medidas de isolamento social defendidas por Estados e municípios para combate ao coronavírus, atacando governadores e pressionando o novo ministro da Saúde em meio ao crescimento da epidemia.

Brasil

O STF pode liberar hoje o vídeo da reunião ministerial que provaria interferência de Bolsonaro na Polícia Federal, mas o mercado pode estar com um novo ânimo para absorver mais esse golpe.
O Senado cancelou a sessão prevista para tarde de ontem, que preocupava os bancos pela votação de projeto que estabelece um teto de 20% ao ano para juros de cartão de crédito e cheque especial. O projeto deve ser retomado segunda-feira. Outro projeto que prevê o aumento da CSLL dos bancos pode ser votado dia 20.
O cancelamento das pautas-bombas contra bancos e a fala do presidente Jair Bolsonaro de que “reatou o namoro” com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, seu antigo fiador das reformas econômicas, ajudou a recuperar o índice Bovespa no final do dia.

Ibovespa e dólar ontem

Em mais um dia de extrema volatilidade no Brasil e no mundo, o Ibovespa se recuperou no final e fechou em alta de 1,59%, a 79.010 pontos. Com alívio pela não votação da limitação a 20% de juros no cartão e cheque especial, Bradesco e Itaú tiveram for alta.
Top 5 +
CSNA3 (11,57%), UGPA3 (11,28%), ELET3 (9,81%), CMIG (8,46%) e CYRE3 (8,26%)
TOP5 –
SULA11 (-6,91%), PCAR (-6,26%), SUZB3 (-6,03%), AZUL (-5,61%) e IRBR (-4,99%)
Após quatro altas seguidas e chegar na máxima de R$ 5,97, o dólar comercial futuro recuou e fechou em queda de 1,20%, vendido a R$ 5,824. Para conter a forte alta na parte da manhã, o Banco Central realizou leilão de swap cambial de 17,8 mil contratos. Na parte da tarde, a segunda intervenção do BC, vendendo US$520 milhões no leilão à vista.

Agenda Econômica

Dia de agenda econômica cheia para fechar essa semana de grande volatilidade. Na noite de ontem, a China divulgou aumento de 3,9% da produção industrial em abril – previsão de alta menor de 1%, após cair 1,1% em março.
Na Europa, o governo alemão divulgou que o PIB do país caiu 2,2% no 1º trimestre deste ano. O Eurostat também divulgou na madrugada de hoje que o PIB da União Europeia recuou 3,3% no 1º trimestre deste ano, enquanto na Zona do Euro a queda foi de 3,8% no período.
Na agenda doméstica, os investidores vão conferir os indicadores de emprego e atividade (IBC-Br) às 09h referente a março. Os números do IBC-Br servem de parâmetro para o desempenho do PIB brasileiro no acumulado do primeiro trimestre de 2020, mostrando o quanto a economia doméstica foi afetada pela pandemia. Já o IBGE divulga a Pnad contínua – taxa de desemprego do primeiro trimestre na pesquisa por amostra em domicílio.
Nos Estados Unidos, às 09h30, conheceremos os dados da produção industrial de abril e vendas no varejo. Os estoques das empresas norte-americanas e o relatório Jolts sobre contratações e demissões nos EUA referentes ao mês de março , saem às 11h. Ainda no mesmo horário, sai a versão preliminar de maio do índice de confiança do consumidor norte-americano da Universidade de Michigan. À tarde, é a vez do fluxo de capital estrangeiro no país (17h)

Destaques Corporativos do dia

Usuários ADVFN acompanham, gratuitamente e em tempo real, a cotação de todas as ações negociadas na B3 (BOV:IBOV) e em mais de 80 bolsas mundiais através das ferramentas Monitor, Cotação e Gráfico

Deixe um comentário