Futuros dos EUA operam em alta, em uma semana que tem se mostrado volátil para os mercados

LinkedIn

ÁSIA: As bolsas da Ásia-Pacífico fecharam sem direção nesta na quarta-feira, com investidores atordoados com as perdas em Wall Street e à medida que o mundo se prepara para uma longa recuperação econômica.

O Banco Popular da China manteve inalterada sua taxa básica de empréstimos de 1 ano em 3,85%, como esperado, enquanto a LPR de 5 anos ficou em 4,65%. Enquanto isso, os pedidos de máquinas do Japão mostraram uma forte recuperação em relação ao mês anterior.

As ações da China continental caíram no dia. O composto de Xangai fechou 0,51% menor. O índice Hang Seng de Hong Kong fechou em alta de 0,05%. A produtora de computadores pessoais, Lenovo caiu 0,68% após a fabricante de PCs reportar uma queda acentuada no lucro trimestral, mas apontou para um aumento esperado da demanda de longo prazo por computadores e data centers, à medida que mais pessoas trabalham e participam de aulas on-line.

No Japão, o Nikkei subiu 0,79%, enquanto o índice Topix avançou 0,58%. O Kospi da Coreia do Sul encerrou o pregão 0,46% superior.

Na Austrália, o  S &P / ASX 200 subiu 0,24%, fechando em 5.573 pontos. As mineradoras tiveram um dia predominado por vendas. BHP caiu 1,1%, Fortescue Metals caiu 0,2% e Rio Tinto recuou 0,4%. Entre as empresas de mineração, Santos avançou 0,6% e Woodside Petroleum caiu 0,5%.

No geral, o índice MSCI Asia ex-Japan foi ligeiramente superior.

Os preços do petróleo operaram misturados na tarde do pregão asiático, com os futuros do petróleo Brent  subindo fracionariamente para US $ 34,68 por barril. Os contratos futuros de petróleo dos EUA, por outro lado, caíram 0,28%, para US $ 31,87 por barril.

EUROPA:  Os mercados de ações europeus enfrentam dificuldades nesta quarta-feira, desencadeadas por preocupações que surgiram durante a sessão de ontem frente à promissora vacina da Moderna contra o coronavírus.

O índice Stoxx Europe 600 abriu estável, mas sobe 0,23% neste momento. O índice regional fechou em queda de 0,6% na terça-feira. O alemão DAX 30 sobe 0,53%, CAC 40 da França recua 0,06%, IBEX 35 da Espanha sobe 0,43%, enquanto o FTSE MIB de Milão cai 0,06%.

Em Londres, o FTSE 100 sobe 0,21%. Entre as mineradoras, Anglo American sobe 1%, Antofagasta sobe 1,7%, BHP avança 0,6%, Rio Tinto sobe 0,3%. Entre as empresas de energia, BP sobe 0,2% e Royal Dutch Shell avança 0,4%. Dados econômicos revelaram que os preços ao consumidor do Reino Unido caíram para 1,5% em abril, ante 0,8% em abril, um pouco mais fraco que o aumento de 0,9% previsto em uma pesquisa economista compilada pela FactSet.

Na terça-feira, o Centro de Estudos de Risco da Judge Business School da Universidade de Cambridge previu que a economia global perderá até US $ 82 trilhões nos próximos cinco anos. O relatório afirma que a previsão de médio prazo terá perda de US $ 26,8 trilhões, ou 5,3% do PIB em cinco anos.

EUA: Os futuros dos índices de ações dos EUA apontaram para ganhos no início de quarta-feira, após Wall Street fechar em queda na sessão anterior, interrompendo uma sequência de três dias consecutivos de alta.

Alimentam a volatilidade as incertezas em torno de um possível tratamento e vacina contra o coronavírus e como as economias estaduais e locais se sairão enquanto se preparam para reabrir suas economias.

Um relatório do STAT News que levantou preocupações sobre os resultados do estudo para uma potencial vacina contra o coronavírus da Moderna.

Na terça-feira, as ações eram negociadas próximo à linha de abertura, até que um relatório levantou preocupações com os resultados dos testes publicados anteriormente da vacina contra o coronavírus da Moderna. Bancos e varejistas pesaram sobre os índices. O Dow Jones Industrial Average perdeu 390 pontos. O S&P 500 também registrou uma perda, caindo 1,05%.

O Nasdaq Composite perdeu menos, registrando um recuo de 0,5%. O índice de tecnologia está a apenas 6% de seu recorde histórico, graças à força recente nas chamadas ações da FANG.

O presidente do Federal Reserve, Jerome Powell e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, testemunharam no Comitê Bancário do Senado na terça-feira.

O secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, disse que o Tesouro e o Federal Reserve estão “totalmente preparados para sofrer perdas” no que tange os resgates com o coronavírus. Mnuchin disse perante o Comitê Bancário do Senado que está preparado para distribuir os US $ 500 bilhões para ajudar as empresas em dificuldades afetadas pela pandemia de coronavírus. Powell também reiterou o compromisso do banco central com programas que visam manter o funcionamento do mercado e levar dinheiro para aqueles que precisam dele durante a crise do coronavírus.

A fraqueza de terça-feira é apenas parte dos ganhos espetaculares da segunda-feira, quando o Dow ganhou mais de 900 pontos, na esperança de uma possível recuperação econômica e com as esperanças da vacina contra o Covid-19. O Dow e o S&P 500 desfrutaram de seus maiores ganhos em um dia desde 6 de abril.

O Dow cai um pouco mais de 15% e o S&P 500 perde de cerca de 9,5% em 2020. O Nasdaq ainda mantém seu ganho positivo de 2,4% no ano.

Os dados compilados pela Universidade Johns Hopkins mostram que mais de 4,9 milhões de casos foram confirmados em todo o mundo, com mais de 1,5 milhão dessas infecções somente nos EUA.

Na agenda econômica, às 11h30 sairá os números dos estoques de petróleo dos EUA, enquanto às 15h00 é esperado a ata da Reunião do FED.

ÍNDICES FUTUROS – 7h40:

Dow: +1,22%

SP500: +1,18%

NASDAQ: +1,10%

OBSERVAÇÃO: Este  material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado e a europeia no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados.

Deixe um comentário