JBS (JBSS3) vai doar R$ 700 milhões para combate ao coronavírus

LinkedIn

A JBS anunciou que o conselho de administração da empresa aprovou a doação R$ 700 milhões como contribuição ao enfrentamento da pandemia do coronavírus, sendo R$ 400 milhões ao Brasil e R$ 300 milhões para o exterior.

O comunicado foi feito ao mercado nesta segunda-feira (11). A empresa (BOV:JBSS3) divulga os resultados do primeiro trimestre no dia 14 de maio.

O plano prevê a doação de R$ 400 milhões nas frentes de saúde pública, assistência social e apoio à ciência e tecnologia. A destinação desses recursos beneficiará diretamente 162 municípios e 17 Estados e serão utilizados em doação de máscaras, equipamentos de proteção individual, cestas básicas, leitos de UTI, construção de hospitais, entre outros.

Em comunidades locais, terá fins de assistência alimentar, infraestrutura crítica, como fornecimento de equipamento de proteção individual para socorristas e esforços no combate do vírus.

No Brasil, a medida terá suporte de um Comitê Consultivo, por diretores e CEOs de hospitais como o Hospital do Coração, Hospital Albert Einstein e Hospital Sírio-Libanês, entre outros, e da Bionexo.

A JBS destinará também o valor de R$ 300 milhões para o tratamento da doença no exterior, principalmente nos Estados Unidos.

China suspende dois frigoríficos da JBS na Austrália por tensões políticas

Em meio às tensões políticas com autoridades australianas, a China suspendeu hoje as importações de carne bovina de quatro frigoríficos da Austrália. Dois desses abatedouros pertencem à JBS.

Como a China decidiu retaliar a Austrália em meio a críticas australianas sobre a forma como os chineses lidaram com a covid-19, muitos temem que o governo brasileiro cometa erro semelhante.

 

Deixe um comentário