Mercados avançam apesar das preocupações com a reabertura de algumas localidades

LinkedIn

ÁSIA: As principais bolsas da Ásia-Pacífico subiram nesta terça-feira, com vários mercados regionais fechados por conta de feriados. China, Japão e Coreia do Sul não abriram.

O governo de Hong Kong anunciou na segunda-feira que a economia da cidade contraiu 8,9% no primeiro trimestre em comparação com um ano atrás, seu maior declínio já registrado desde 1974. O índice Hang Seng de Hong Kong subiu 1,08%, depois de fechar em queda de 4,18% na segunda-feira. Em um comunicado, o secretário financeiro de Hong Kong, Paul Chan, disse que “o ambiente externo ainda está desafiador”, embora a situação do vírus na cidade “pareça estar sob controle e que acredita em melhoria pequena e gradual no segundo semestre.

Na Austrália, o  S & P / ASX 200 subiu 1,64%, fechando em 5.407,10 pontos, com ações de grandes bancos avançando após o Reserve Bank of Australia anunciar na terça-feira sua decisão de manter a política atual inalterada. O setor de commodities também melhorou. BHP subiu 2,4%, Fortescue Metals avançou 2,7%, Rio Tinto subiu 1,8%, enquanto as produtoras de petróleo, Santos e Woodside Petroleum fecharam em alta de 4,8% e 4,3%, respectivamente.

Em outros lugares, o índice Straits Times de Singapura ganhou 0,78%.

No geral, o índice MSCI Asia ex-Japan subiu 0,91%.

Entre os dados econômicos, o PIB da Indonésia no primeiro trimestre ficou abaixo das expectativas, segundo a Reuters ao subir 2,97% em relação ao ano anterior, em comparação com as expectativas de um aumento de 4,04%.

Os investidores também continuaram observando a evolução da pandemia global do coronavírus, enquanto autoridades de todo o mundo começaram a tomar medidas para eliminar ou diminuir as medidas de distanciamento social adotadas para conter a propagação do vírus. Isso, no entanto, ocorre em meio às crescentes tensões EUA-China.

Os preços do petróleo subiram na tarde do pregão asiático, com os futuros de referência internacional Brent em alta de 6,84%, para $ 29,06 por barril. Os contratos futuros de petróleo dos EUA saltaram 9,37%, para US $ 22,30 por barril.

EUROPA: Na Europa, as bolsas também operam em alta nesta terça-feira, com os investidores fazendo um balanço da abertura gradual das economias na Europa e outras regiões e ignorando uma decisão judicial da corte alemã que considerou que o programa de compra de títulos do Banco Central Europeu viola parcialmente a lei e proibiu o Bundesbank de implementá-lo.

O programa de flexibilização quantitativa, que foi executado entre 2015 e 2018 e foi restabelecido no final do ano passado para sustentar a economia da zona do euro, mantendo baixos os custos de empréstimos, no entanto, a decisão não deve afetar as compras de títulos de emergência como um todo, implementadas pelo BCE para mitigar o impacto da pandemia de coronavírus.

O Stoxx Europe sobe 17% em relação às mínimas de março. Nesta terça feira avança 1,4%, numa tentativa de quebrar uma sequência de 3 dias consecutivos de baixas. O alemão DAX 30 sobe 1,43%, CAC 40 da França sobe 1,50%, IBEX 35 da Espanha avança 0,86% e o FTSE MIB da Itália sobe 1,06%.

Em Londres, o FTSE 100 acompanha seus pares regionais e avança 1,14%, com o avanço das mineradoras. Anglo American sobe 1,7%, Antofagasta sobe 1,2%, BHP adiciona 1,8% e Rio Tinao avança 0,7%. Entre as produtoras de energia, BP sobe 4,8% e Royal Dutch Shellsobe 3,6%.

Os mercados europeus também estão prestando muita atenção no desenvolvimento do coronavírus, onde muitos países estão desmontando as restrições impostas, mas mantendo os olhos nos desenvolvimentos do vírus. Mais de 251.000 pessoas em todo o mundo morreram de Covid-19 e mais de 3,5 milhões de pessoas foram infectadas, segundo dados da Universidade Johns Hopkins.

EUA: Os futuros de ações dos EUA operam em alta na manhã desta terça-feira, com os investidores focados na reabertura da economia americana.

Os movimentos seguem os modestos ganhos de segunda-feira em Wall Street. A força das maiores empresas de tecnologia dos EUA, incluindo Microsoft, Apple, Amazon e Netflix, tirou os mercados do território negativo. O S&P 500 encerrou a sessão 0,4% maior, o DJI subiu 0,1% enquanto o Nasdaq saltou 1,2%.

No início da sessão de segunda-feira, as ações das companhias aéreas sofreram uma forte liquidação, com a Delta, United e American Airlines caindo mais de 5%, depois que Warren Buffett disse no fim de semana que a Berkshire Hathaway vendeu toda a sua participação no setor devido às consequências da pandemia.

As preocupações se voltam ao temor de uma segunda onda de casos de coronavírus como consequência dos esforços para reabrir negócios e diminuir as restrições impostas ao coronavírus. Sete estados dos EUA começaram a reabrir a economia nesta segunda-feira. Flórida, Indiana, Kansas, Missouri, Nebraska, Carolina do Sul, Virgínia Ocidental e Porto Rico (território não incorporado dos EUA com autonomia limitada) começaram a reabrir alguns restaurantes, academias e salões de beleza.

Ao todo, 24 dos 50 estados americanos já reabriram parte da economia, enquanto os mais afetados pela pandemia, como Nova York, o vizinho Nova Jersey e Michigan permanecem fechados, mas planejam iniciar uma reabertura gradual nas próximas semanas.

A Califórnia, o primeiro estado dos Estados Unidos a estabelecer o confinamento para conter o coronavírus, começará a relaxar algumas de suas restrições a partir de sexta-feira, com a reabertura de livrarias, floriculturas, lojas de itens esportivos, entre outras, mas os restaurantes ainda não serão autorizados, anunciou o governador Gavin Newsom nesta segunda. “Milhões de californianos seguiram as regras de confinamento e graças a elas, podemos começar a dar o próximo passo”, disse o governador democrata durante sua entrevista coletiva diária.

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, disse que o número diário de hospitalizações e novas mortes está diminuindo, sugerindo que o pico já passou no estado, porém acrescentou que as autoridades não estão vendo um declínio tão acentuado como esperavam.

Os preços do petróleo dos EUA sobem nesta terça-feira e seguem em direção ao quinto dia consecutivo de recuperação, com os investidores apostando em uma desaceleração da produção e em um aumento gradual do apetite pela commodity, visto que os bloqueios destinados a reduzir o surto do COVID-19 estão sendo revertidos.

O WTI para entrega em junho sobe 9,61% na Bolsa Mercantil de Nova York, após alta de 3,1% na segunda-feira. O Brent, de referência global para julho, sobe 7,46%, a US $ 29,29 por barril, após um ganho de 2,9% na sessão anterior.

O excesso de petróleo e um número cada vez menor de locais para armazenar tem punido os preços do petróleo nas últimas semanas. Os estoques americanos  chegaram a aumentar quase 80 milhões de barris desde o final de março, mas o fato é que de lá pra cá, os estoques de petróleo estãp diminuindo e essa percepção permitiu que o otimismo retornasse ao mercado de petróleo, à medida que esforços para reequilibrar o mercado de petróleo estão em andamento, incluindo a paralisação por parte dos produtores de xisto dos EUA e o início do cortes da produção pelos membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados, incluindo a Rússia, para reduzir a produção de petróleo em cerca de 9,7 milhões de barris por dia até o final de junho.

Esse otimismo ajuda os mercados a superar as preocupações com as crescentes tensões entre os EUA e a China, que poderiam elevar novamente a disputa entre as maiores economias do mundo, que provavelmente traria outro impacto negativo à demanda. Ainda assim, os investidores continuam cautelosos com as perspectivas no curto prazo, mas a visão é de que haverá uma recuperação de preços no longo prazo.

ÍNDICES FUTUROS – 8h00:
Dow: +1,16%
SP500: +1,15%
NASDAQ: +1,20%

OBSERVAÇÃO: Este  material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado e a europeia no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados.

Deixe um comentário