Bom dia ADVFN - Taxa básica de juros renova piso histórico para 2,25%

LinkedIn
Esse é o Bom dia, Investidor! 18 de junho de 2020, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

Comitê de Política Monetária (Copom) mostrou-se alinhado à estratégia dos principais bancos centrais no mundo e reduziu, por unanimidade, a taxa básica de juros pela oitava vez seguida, em 0,75 ponto, renovando o piso histórico para 2,25%.

Nesse patamar, o juro real passou a ser de 0,78% negativo ao ano. O tom ainda suave (“dovish”) no comunicado que acompanhou a decisão indica que a porta permanece aberta para ajuste adicional na Selic. O mais provável é que aconteça em agosto um corte de 0,25%, encerrando 2020 em 2%.

No exterior, as bolsas europeias registram leve alta. No radar, está a reunião do Banco da Inglaterra em que será anunciada a decisão sobre a taxa de juros. Os investidores esperam uma nova rodada de estímulos relevante, para que o programa não fique sendo renovado de forma constante.

Os temores de uma segunda onda de contaminação pelo novo coronavírus impedem nesta quinta-feira um melhor desempenho dos mercados.
Na Ásia, o Nikkei 225, de Tóquio, recuou 0,45%. Já o índice Sanghai SE registrou pequena alta de 0,12% e o Hang Seng Index, de Hong Kong, registrou leve desvalorização de 0,07%
Nos Estados Unidos, os investidores ainda avaliam a repercussão do livro de John Bolton, ex-assessor de segurança da Casa Branca e que fez fortes críticas ao presidente Donald Trump.
O WTI (NYMEX:CL\N20) está sendo negociado a US$ 38,09, com alta de +1,0%. Os futuros internacionais de petróleo Brent (NYMEX:BZ\Q20) também operam em alta de +1,0%, negociado a US$ 40,98.
Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian fecharam em alta, cotados a 765.000 iuanes, equivalente hoje a US$ 108,06.
Bitcoin é negociado em queda de -0,25%, a US$ 9.5416 e o ouro tem alta de +0,3%, negociado a US$ 1.734.

Conheça o Telegram ADVFN e fique por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro. 

Coronavírus

Nos EUA, nove Estados que aceleraram a reabertura registraram picos de novos casos, com recordes de hospitalizações no Texas, Nevada e Florida. Já Nova Iorque anunciou a reabertura de áreas externas de bares e restaurantes e salões de beleza.

O mundo registra 8.359.869 de casos de coronavírus e 449.273 mortes, confirmadas hoje pela Universidade Johns Hopkins.

Ontem, a Organização Mundial de Saúde interrompeu de vez os estudos sobre a hidroxicloroquina e a cloroquina. Outra notícia ruim sobre remédios contra a doença foi o questionamento de especialistas sobre a dexametasona, um corticoide conhecido e barato, que teria ajudado a reduzir a mortalidade nos casos graves de coronavírus. Eles observaram que o anúncio por autoridades britânicas veio antes da publicação do estudo feito pela Universidade de Oxford. Além disso, o remédio já tinha seu efeito comprovado em infecções semelhantes e não ajudará no tratamento inicial da doença.

O Brasil teve 1.269 novas mortes por covid-19 registradas nas últimas 24h, de acordo com atualização do Ministério da Saúde divulgada ontem (17). Com esses acréscimos às estatísticas, o país chegou a 46.510 falecimentos em função da pandemia do novo coronavírus.

O balanço da pasta contabilizou também 32.188 novos casos da doença, totalizando 955.377, podendo chegar a marca de 1 milhão de pessoas infectadas até o fim desta semana.

São Paulo bateu novo recorde de mortes pela Covid-19, com 389 óbitos registrados em 24 horas. Ainda assim, o governador do estado, João Doria, liberou a volta aos treinos dos times de futebol, a partir de 1º de julho. Michael Ryan, diretor de emergências da OMS, disse hoje que, apesar dos números no Brasil apresentarem certa estabilidade, a situação ainda é bastante grave.

Brasil

Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, foi preso em Atibaia (SP) na manhã desta quinta-feira (18). O G1 informa que o ex-policial militar foi preso em imóvel do advogado do senador Flávio Bolsonaro.

No cenário político, o Supremo Tribunal Federal impôs nova derrota ao presidente Jair Bolsonaro ao avançar no processo contra as fake news, que atinge boa parte de sua base.

Ontem, a maioria dos ministros do STF votou pela legalidade do inquérito que investiga fake news e ataques a integrantes da Corte.

Ibovespa e dólar ontem

O Ibovespa fechou em alta de 2,16%, a 95.547,29 pontos, com volume de R$ 30,1 bilhões. O índice subiu com força ontem, descolando-se das incertezas do mercado externo, que teve um dia de maior cautela após o crescimento do número de casos de coronavírus na China e em vários Estados americanos.

Maiores altas do Ibovespa
ELET3 +9,99% / R$ 31,70
YDUQ3 +7,12% / R$ 34,29
CYRE3 +6,73% / R$ 22,35
ELET6 +6,67% / R$ 32,80
BTOW3 +6,12% / R$ 106,20

Maiores baixas do Ibovespa
BEEF3 -3,66% / R$ 13,42
CVCB3 -1,52%/ R$ 19,47
GOLL4 -1,41% / R$ 18,89
IRBR3 -1,27% / R$ 10,08
CSNA3 -1,24% / R$ 11,16

O grande destaque do dia foi a Eletrobras. A estatal liderou os ganhos após outra fala de Guedes, sobre a privatização da elétrica este ano.

No câmbio, o dólar fechou a R$ 5,2562, com alta de +0,42%. O dólar futuro terminou em R$5.232, queda de -0,31%.

Agenda Econômica

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) é o destaque da agenda doméstica do dia, enquanto no exterior, as atenções se voltam para a reunião de política monetária do Banco da Inglaterra (BoE). Também merecem atenção os pedidos semanais de auxílio-desemprego feitos nos EUA.
🗓 AGENDA ECONÔMICA 🗓 18/06

🇪🇺 OTAN – Reunião de ministros de defesa dos países-membros da OTAN
🇪🇺 União Europeia – Reunião do Conselho Europeu
🇨🇭Suíça – Decisão da taxa básica de juros (04h30)
🇪🇺 Banco Central Europeu – Relatório mensal do BCE (05h00)
🇬🇧 Banco da Inglaterra – Decisão de taxa de juros (08h00)
🇧🇷 Índice IGP-M mensal 2ª prévia (08h00)
🇬🇧 Banco da Inglaterra – Divulgação da Ata da Reunião de Política Monetária (08h00)
🇧🇷 Índice de atividade IBC-Br BC mensal/anual (09h00)
🇺🇸 Pedidos de seguro-desemprego semanal (09h30)
🇺🇸 Índice de atividade industrial do Fed de Filadélfia mensal (09h30)
🇺🇸 Federal Reserve – Discurso da diretora Loretta Mester (13h15)
🇯🇵 Índice de preços ao consumidor anual (20h30)
🇯🇵 Banco do Japão – Ata da reunião de política monetária do BoJ (21h00)

Deixe um comentário