Comitê dos EUA discutirá sobre o conceito de “dólar digital” esta semana

LinkedIn

Nesta quinta-feira (11), a Força-Tarefa sobre Tecnologia Financeira do Comitê de Serviços Financeiros realizará uma audiência sobre a melhor forma de fornecer estímulos monetários durante emergências como a pandemia da COVID-19 — e espera-se que a ideia de um dólar digital seja o assunto de maior discussão.

O título dessa audiência da força-tarefa do Congresso é “Serviços bancários inclusivos durante uma pandemia: usando contas do Fed e ferramentas digitais para melhorar o envio de dos pagamentos de auxílio”.

Dentre os convidados, está J. Christopher Giancarlo, ex-presidente da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC, na sigla em inglês), cujo mandato terminou em abril de 2019.

A fundação firmou parceria com a empresa de consultoria Accenture para lançar o Digital Dollar Project, que deseja “avançar a exploração” de uma moeda digital emitida pelo banco central (CBDC) americano.

Na semana passada, o Digital Dollar Project publicou seu primeiro whitepaper, que afirmou que os EUA precisam, urgentemente, levar em consideração a criação de um dólar digital.

Além da Libra do Facebook e do projeto de yuan digital da China, uma outra fonte de urgência é a COVID-19, segundo o documento.

Em entrevista ao The Block, Giancarlo disse que a pandemia está antecipando perguntas importantes sobre como enviar benefícios públicos de forma mais eficaz. “Como fornecemos auxílio em uma crise de forma imediata e adequada?”

Contas do Fed (“FedAccounts”) é outra abordagem para a criação de um tipo de dólar digital, que permitiria que clientes de varejo — e não apenas bancos comerciais — abrissem contas bancárias nas instituições do sistema do Federal Reserve.

Recentemente, uma proposta baseada nessa ideia surgiu em um projeto de lei do Partido Democrata do Congresso. Morgan Ricks, um professor da Faculdade de Direito de Vanderbilt, que foi coautor do artigo acadêmico que cunhou o termo “FedAccounts”, também dará seu testemunho nesta quinta-feira.

Ricks e Giancarlo terão a companhia de Jodie Kelly, CEO da Electronics Transactions Association, e Mehrsa Baradaran, professora de direito na Universidade da Califórnia, na cidade de Irvine.

A audiência, marcada para 13h (no horário de Brasília), será transmitida publicamente.

Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento

Deixe um comentário