Oi (OIBR3) anuncia plano para fatiar a empresa em quatro unidades

LinkedIn

A Oi anunciou um plano para fatiar a companhia em quatro unidades com o objetivo de ganhar mais eficiência nos projetos de fibra e infraestrutura e um preço mínimo para a venda de três delas.

E empresa é negociada na B3 através dos papéis (BOV:OIBR3) e (BOV:OIBR4). A empresa de telecomunicações, que está em regime de recuperação judicial, registrou prejuízo líquido de R$ 6,28 bilhões no primeiro trimestre de 2020, depois de ter apurado um lucro líquido de R$ 568,4 milhões no mesmo trimestre do ano anterior.

A proposta para de dividir em quatro unidades e vender três delas faz parte de um pedido de aditamento ao plano de recuperação judicial da tele protocolado na 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro nesta segunda-feira (16).

Cada uma delas poderia ser vendida para o pagamento de dívidas e geração de recursos necessários à expansão de sua infraestrutura de fibra e serviços associados, que são o foco principal da estratégia do Grupo Oi.

A empresa seria segregada em quatro UPIs (Unidades Produtivas Isoladas).

Ativos Móveis: reunirá os ativos e passivos relacionados às atividades de comunicação móvel e prevê a sua alienação por meio de um procedimento competitivo com o pagamento do preço de, no mínimo, R$ 15 bilhões em dinheiro.

Data Center: reunirá os ativos e passivos relacionados às atividades de data center. A sua venda se daria com o pagamento do preço de, no mínimo, R$ 325 milhões em dinheiro, dos quais ao menos R$ 250 milhões à vista.

InfraCo: reunirá ativos de infraestrutura e fibra relacionados às redes de acesso e transporte do Grupo Oi já aportados em seu capital, bem como novos investimentos em infraestrutura que ainda serão realizados, tendo como objetivo a aceleração dos investimentos na expansão das suas redes de fibra ótica.

Torres: atividades de torres outdoor e indoor de transmissão e radiofrequência. Também deve ser alienada ao preço mínimo de R$ 1 bilhão em dinheiro.

“Estes ajustes facilitarão, ainda, o acesso da companhia ao mercado financeiro para a captação de novos recursos necessários ao equacionamento racional de sua dívida e à viabilização da execução não apenas do seu Plano de Recuperação Judicial, mas também do seu Plano Estratégico”, informou a Oi.

Comentários

  1. tobias diz:

    essa propaganda de vcs sobre ter ‘investido 10 mil em 2012’ está muito errada…

Deixe um comentário