Prejuízo da Estapar cresce 49,7% no 1º trimestre

LinkedIn

Segundo Valor, a Allpark Empreendimentos, Participações e Serviços, que opera sob a marca de estacionamentos Estapar, registrou, no primeiro trimestre, um prejuízo atribuível aos seus acionistas de R$ 25,3 milhões, um aumento de 49,7% em relação aos R$ 17 milhões apurados no mesmo período de 2019.

A companhia atribuiu a piora no desempenho às restrições impostas pelos governos por conta da pandemia de covid-19 e o ciclo de investimentos em crescimento dos últimos exercícios, o que afetou as despesas de depreciação e amortização.

A receita da Estapar caiu 3,4%, para R$ 243,4 milhões, com as restrições impostas pela crise de covid-19 a partir de março, principalmente nos setores de aeroportos, instituições de ensino e lazer, segmentos parte de alugadas e administradas e contratos de longo prazo. Setores como edifícios comerciais, hospitais, corporativo e varejo tiveram impacto marginal até o final de março.

Excluindo o mês de março, a receita da Estapar no acumulado de janeiro e fevereiro cresceu 8,6%.

As despesas operacionais cresceram 1,5%, a R$ 49,2 milhões, enquanto a despesa financeira líquida aumentou 0,6%, para R$ 39,9 milhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) subiu 2,2%, para R$ 74,4 milhões. Em termos ajustados, ele cresceu 4,3%, para R$ 76 milhões, mas a margem ajustada caiu 1,8 ponto percentual (p.p.), para 42,4%.

Conheça o Telegram ADVFN e fique por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro. 

Deixe um comentário