Bom dia ADVFN - 100 mil pontos no radar

LinkedIn
Esse é o Bom dia, Investidor! 09 de julho de 2020, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

Os investidores seguem atentos com o aumento dos casos de Covid-19 principalmente nos Estados Unidos, que ameaça ativar uma nova onda de fechamentos e suspensões de atividades não-essenciais. O otimismo com os pacotes de estímulos fiscais aprovados ao redor do mundo nos últimos meses e os sinais de recuperação da atividade econômica tentam manter as Bolsas em terreno positivo.

O Ibovespa ameaça romper a marca psicológica dos 100 mil pontos, impulsionado por alguns números de inflação e comércio que mostram que o mês de maio já registrava uma leve recuperação em relação ao caos de abril e março.

Na Europa, a maior parte dos índices opera em alta. Um desses sinais de retomada da economia veio da empresa de tecnologia SAP. Os papéis da empresa avançam mais de 7% após a companhia reportar um aumento de receita acima do esperado no segundo trimestre, puxado pela maior demanda por software na Ásia.

No mercado asiático, o Nikkei 225, de Tóquio, registrou leve valorização de 0,40%. O Shangai SE subiu 1,39% e o Hang Seng Index, de Hong Kong, registrou alta de 0,31%.

O WTI (NYMEX:CL\Q20) está sendo negociado a US$ 40,85, com queda de -0,1%. Os futuros internacionais de petróleo Brent (NYMEX:BZ\U20) operam em alta de +0,3%, negociados a US$ 43,42.

Bitcoin é negociado em queda de -0,48% a US$ 9.397. O ouro é negociado a US$ 1.816,30 por onça-troy.
Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian fecharam em alta de 1,02%, cotados a 789.000 iuanes, equivalente hoje a US$ 112,91.

Conheça o Telegram ADVFN e fique por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro. 

Coronavírus

 

Segundo a Reuters, a União Europeia fechou acordo com as farmacêuticas Roche e Merck para a produção de medicamentos experimentais para o tratamento da Covid-19. Já a Bloomberg diz que segundo fontes, a AstraZeneca pode se juntar à Gilead para criar um dos maiores grupos do setor. As duas empresas lideram o desenvolvimento de vacinas contra o coronavírus.

O mundo registra 12.062.863 de casos de coronavírus e 549.900 mortes, confirmadas hoje pela Universidade Johns Hopkins.

O Brasil acumula 1.713.160 de casos confirmados e 67.964 mortes pelo novo coronavírus. O país atingiu ontem a marca de um milhão de casos recuperados de covid-19. Nas últimas 24 horas, foram adicionadas 1.223 mortes aos registros oficiais. Há ainda 4.105 óbitos em investigação.

A pandemia do novo coronavírus reduziu o faturamento de 57% das empresas exportadoras em abril e maio, revelou levantamento da Confederação Nacional da Indústria (CNI). O impacto foi maior nas importadoras e nas companhias que investem em países estrangeiros. Nessas categorias, 70% das companhias registraram queda no valor faturado.

Brasil

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse em entrevista à CNN, que o Congresso Nacional vai derrubar o veto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) à prorrogação da desoneração da folha de pagamento para 17 setores em 2021. Segundo o presidente da Câmara, a manutenção da desoneração a setores considerados de uso intensivo de mão de obra visa facilitar a reabertura de postos de trabalho após a pandemia. Maia também garantiu que não mexerá no teto de gastos enquanto presidir a Câmara.

Segundo a Agência Estado, o Senado Federal aprovou ontem o projeto que protege bancos e corretoras com investimentos fora do país contra os efeitos de uma variação cambial excessiva.

A Câmara aprovou o texto que determina ajuda para as companhias aéreas afetadas pela pandemia de coronavírus, que terão prazo de até 12 meses para devolver aos consumidores o valor das passagens compradas entre 19 de março e 31 de dezembro de 2020.

Segundo o Valor, propostas como o fornecimento gratuito de eletricidade por até seis meses para recém-desempregados e a proibição do corte de luz em clubes esportivos e em templos religiosos são alguns dos novos subsídios à energia elétrica em discussão no Congresso Nacional.

Agenda Econômica

O dia é de agenda novamente fraca, trazendo como destaque apenas os pedido semanais de auxílio-desemprego feitos nos EUA e os estoques norte-americanos no atacado em maio.

🗓 AGENDA ECONÔMICA 🗓 09/07

🇩🇪 Balança comercial mensal (03h00)
🇺🇸 Pedidos de seguro-desemprego semanal (09h30)
🇧🇷 Ambipar – Definição do preço de IPO (10h14)
🇺🇸 Estoques no atacado mensal (11h00)
🇪🇺 Zona do euro – Encontro do Eurogrupo (11h21)
🇧🇷 Maia – Entrevista ao jornalista Carlos Andreazza em live do BTG Pactual (15h00)
🇯🇵 Índices de Preços ao Consumidor mensal/anual (20h50)

Ibovespa e dólar de ontem

O Ibovespa fechou em alta de 2,05%, aos 99.769,88 pontos, com volume de R$ 26,3 bilhões.

Maiores altas do Ibovespa
BRKM5 +6,51% R$ 25,35
B3SA3 +6,16% R$ 60,69
NTCO3 +6,04% R$ 42,32
CIEL3 +5,26% R$ 5,00
MRVE3 +4,50% R$ 20,20

Maiores baixas do Ibovespa
CVCB3 -5,97% R$ 19,07
MRFG3 -2,28% R$ 13,31
IRBR3 -2,00% R$ 9,32
GOLL4 -1,54% R$ 19,84
JBSS3 -1,44% R$ 22,62

O dólar fechou em baixa de 0,63%, cotado a R$ 5,3496.

 

Deixe um comentário