Bom dia ADVFN - Avanço de casos de Covid-19 aumenta incerteza nos mercados

LinkedIn
Esse é o Bom dia, Investidor! 08 de julho de 2020, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

O avanço do coronavírus continua a colocar dúvidas sobre a capacidade da recuperação da economia global e eleva a aversão ao risco, o que leva as Bolsas europeias a operarem em queda. Já os futuros de de Nova York sobem apesar do avanço das infecções da Covid-19 nos Estados Unidos.

As ações europeias e os futuros de ações dos EUA vão, ainda que parcialmente, apagando as perdas registradas, à medida que os investidores avaliam as perspectivas de recuperação da economia durante a pandemia.

As ações de telecomunicações e serviços de saúde estavam entre os maiores ganhos nas bolsas da Europa. O HSBC Holdings opera em queda depois que um relatório apontou que alguns dos assessores de Donald Trump propuseram uma medida para desestabilizar a moeda de Hong Kong em relação ao dólar como forma de punir a China.

No mercado asiático, o Nikkei 225, de Tóquio, registrou desvalorização de 0,78%. O Shangai SE fechou em alta de 1,74% e o Hang Seng Index, de Hong Kong, subiu 0,59%.

A repressão do governo chinês à oposição em Hong Kong e as restrições da demissão de vistos para autoridades de ambos os lados, causam mais preocupação entre Estados Unidos e China.

Em meio a preocupações de que um aumento nos novos casos de coronavírus, especialmente nos Estados Unidos, prejudique qualquer recuperação na demanda de combustível, faz o petróleo operar no campo da incerteza.

O WTI (NYMEX:CL\Q20) está sendo negociado a US$ 40,49, com queda de -0,3%. Os futuros internacionais de petróleo Brent (NYMEX:BZ\U20) operam em alta de +0,3%, negociados a US$ 43,02.

Bitcoin é negociado em alta de +0,23% a US$ 9.278. O ouro é negociado a US$ 1.813,50 por onça-troy.
Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian fecharam em alta de 3,14%, cotados a 788.000 iuanes, equivalente hoje a US$ 112,29

Conheça o Telegram ADVFN e fique por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro. 

Coronavírus

Os Estados Unidos contam com aproximadamente 3 milhões de contaminados. A Florida já enfrenta escassez de leitos de UTI e outros estados apresentam aumento dos casos.

Um funcionário da Organização Mundial da Saúde disse na terça-feira que não deveria “ser uma surpresa” se as mortes por coronavírus começarem a aumentar novamente . Os casos relatados do Covid-19 aceleraram globalmente em junho, enquanto o número de mortos estava caindo.

Por aqui, a Associação Brasileira de Apoio a Cannabis Esperança (Abrace) deu início à primeira etapa de uma pesquisa que vai avaliar o impacto dos canabinoides no tratamento dos sintomas de estresse agudo e crônico em profissionais da saúde que atuam na linha de frente da Covid-19.

O mundo registra 11.839.095 de casos de coronavírus e 544.536 mortes, confirmadas hoje pela Universidade Johns Hopkins.

O Brasil chegou a 66.741 mil mortes e 1.668.589 milhão de casos em decorrência da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Foram 1.254 novas mortes e 45.305 novas pessoas infectadas registradas nas últimas 24 horas. O presidente Bolsonaro confirmou nesta terça-feira o resultado positivo para coronavírus.

A notícia do resultado positivo para Covid-19 percorreu o mundo. O presidente americano Donald Trump desejou melhoras e uma rápida recuperação a Bolsonaro, votos compartilhados pelo diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Ghebreyesus.

Brasil

O resultado positivo do presidente Jair Bolsonaro para a covid-19 preocupou os investidores, que agora se perguntam quem foi contaminado por ele. Ao menos outros nove ministros ou secretários do governo que tiveram agendas com o presidente ao longo da última semana foram submetidos ao teste e sete já anunciaram que também não foram contaminados.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, realizou o teste para a doença e o resultado deu negativo. Ainda assim, ele fará um novo exame em quatro dias.

Nas redes sociais, o presidente publicou um vídeo em que afirma que está “muito melhor” devido ao uso do remédio e pergunta: “Eu confio, e você?”. O presidente Bolsonaro deve permanecer em isolamento nos próximos dias.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, defendeu o fim da taxa de juros do cartão de crédito e do cheque especial por se tratar de dois produtos que “distorcem o sistema financeiro brasileiro para pior”. O Senado decidiu ontem (6), em reunião de líderes, colocar em pauta em agosto o projeto que limita os juros do cartão de crédito e do cheque especial.

Maia também descartou outras privatizações em 2020 além da Eletrobras.

Na Câmara, deve ir ao plenário hoje, o relatório da Medida Provisória 975, que pretende criar o programa emergencial de acesso a crédito, que visa disponibilizar às micro, pequenas e médias empresas, até R$80 bilhões. A proposta projeta a concessão de empréstimos de até R$50 mil por meio das maquininhas de cartão, a juros previstos de 6% ao ano, com carência de 6 meses e outros 36 meses para quitar o financiamento.

Agenda Econômica

O calendário doméstico reserva para o dia as vendas no varejo em maio, o IGP-DI em junho e um novo levantamento sobre a safra agrícola. Também são esperados os dados do BC sobre o fluxo cambial. No exterior, saem os estoques semanais de petróleo bruto e derivados nos Estados Unidos (11h30) e os dados sobre o crédito ao consumidor do país em maio (16h).

Depois de assustar os mercados em NY, nesta 3ªF, com alertas sobre o impacto do aumento de casos de covid-19 na recuperação dos EUA, o Presidente do Fed de Atlanta, Raphael Bostic, fala em evento online.

À noite, na China, saem dados de inflação de junho que podem mostrar o impacto da volta da atividade nos preços.

🗓 AGENDA ECONÔMICA 🗓 08/07

🇪🇺 Banco Central Europeu – Discurso do diretor Geral Luis de Guindos (05h45)
🇧🇷 Índice IPC-S semanal (08h00)
🇧🇷 Índice IGP- DI mensal (08h00)
🇧🇷 Vendas no varejo mensal/anual (09h00)
🇧🇷 Ambipar – Fim do período de reserva do IPO (10h13)
🇪🇺 Banco Central Europeu – Discurso do diretor Geral Luis de Guindos (11h00)
🇺🇸 Variação de estoque de petróleo EIA (11h30)

🇺🇸 Presidente do Fed de Atlanta, Raphael Bostic, fala em evento online (13h15)
🇧🇷 Fluxo Cambial semanal (14h30)
🇺🇸 Trump – Encontro com o Presidente Andrés Manuel Lópes Obrador (15h02)
🇨🇳 Índice de preços ao consumidor mensal/anual (22h30)
🇨🇳 Índices de preços ao produtor anual (22h30)

Ibovespa e dólar de ontem

O Ibovespa fechou em queda de 1,19%, aos 97.761,04 pontos, com volume de R$ 25,4 bilhões.

Maiores altas do Ibovespa
MRFG3 +7,92% R$ 13,62
MGLU3 +3,79% R$ 74,72
FLRY3 +3,04% R$ 25,74
BEEF3 +2,85% R$ 13,70
JBSS3 +2,82% R$ 22,95

Maiores baixas do Ibovespa
CVCB3 -6,93% R$ 20,28
ITUB4 -4,90% R$ 26,37
SANB11 -4,36% R$ 28,53
CSAN3 -4,27% R$ 73,50
MRV3 -4,15% R$ 21,71

O dólar fechou em alta de 0,59%, cotado a R$ 5,3834.

 

Deixe um comentário