Hapvida diz que sofreu ataque cibernético, com possível vazamento de dados cadastrais de clientes

LinkedIn

A Hapvida (BOV:HAPV3) disse nesta segunda-feira que sofreu um ataque cibernético potencialmente envolvendo o acesso às informações cadastrais de seus clientes, como nome, endereço e CPF.

A companhia disse que tomou conhecimento imediato de acesso não autorizado e o interrompeu através das equipes de segurança cibernética interna e parceiros especializados, que vêm realizando uma análise abrangente para determinar o alcance da invasão.

“As informações potencialmente acessadas incluem tão somente dados cadastrais (como nome, endereço, CPF e CNPJ) de alguns clientes, portanto não houve acesso a prontuários médicos ou informações financeiras. Não houve, em qualquer momento, interrupção de nossas operações por conta do incidente”, afirmou em comunicado.

Segundo a companhia, com base na investigação preliminar, o acesso não autorizado teria o potencial de alcance de somente dados cadastrais de boletos de clientes pessoas física e jurídica de somente uma de suas subsidiárias.

Também informou que o ataque foi bloqueado pelos próprios funcionários de segurança da informação da Hapvida e por empresas especializadas em lidar com esse tipo de problema.

 

 

 

 

Conheça o Telegram ADVFN e fique por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro. 

Deixe um comentário