PIX vai transformar o mercado, diz CEO da Nubank

LinkedIn

David Vélez, CEO da Nubank, um dos principais bancos digitais do Brasil, comentou em entrevista para a Exame que o PIX, Sistema de Pagamentos Instantâneos vai transformar o mercado.

A chegada do novo sistema do Banco Central (BC) só tende a favorecer o consumidor e vai aumentar a competição no mercado, segundo o David Vélez.

O PIX estava previsto para começar a funcionar em novembro, contudo, segundo o anúncio o Banco Central antecipou a data de registros no PIX para 5 de outubro.

A partir de outubro, os clientes das mil instituições cadastradas no PIX poderão registrar chaves de acesso para receber pagamentos pelo sistema.

No PIX, será possível transferir dinheiro entre contas 24 horas por dia, 7 dias por semana e com tempo máximo de 10 segundos. As transações de dinheiro de uma conta para a outra não serão mais restritas ao TED e DOC.

Segundo o CEO da Nubank, “além de tornar mais rápido e prático o ato de fazer pagamentos e transferências, ele vai baratear o processamento de pagamentos para todos os participantes, permitindo a chegada de novos entrantes no setor”.

O aumento na competição no mercado beneficia o consumidor que ganha mais opções na hora de realizar as transações, afirma David Vélez.

Pode ser a oportunidade de ouro para algumas startups brasileiras do setor financeiro. O PIX vai ajudar as fintechs que tentam resolver um dos principais problemas do setor financeiro, a burocracia.

Vélez afirma também que a flexibilidade proporcionada pelo PIX permitirá que o Nubank, considerado o melhor banco do Brasil pela Forbes, crie mais mecanismo digitais para seus clientes. “Podemos ir além do aprimoramento das funcionalidades tradicionais de pagamento”.

O PIX permiti também manter a aceleração da crise causada pela pandemia do novo coronavírus.

“Abre-se espaço para uma revolução no mercado de pagamentos que, embora de forma silenciosa, teve o seu início com a covid-19”, informa o relatório da consultoria Roland Berger.

De acordo com o presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, o PIX permitirá a criação de uma moeda digital para o Brasil, um CBDC.

Por Mirian Romão

Deixe um comentário