Ações europeias fecham em baixa, mas encerram alta de 2,8% no mês

LinkedIn

As bolsas europeias fecharam em baixa na segunda-feira,apesar do forte início de sessão, com os comerciantes digerindo notícias corporativas e moderando os sinais de política monetária dos EUA.

A maioria das principais bolsas europeias terminou em território negativo, mas registrou ganhos de 2,8% no mês de agosto, segundo dados da Reuters. No Reino Unido, os mercados estiveram fechados na segunda-feira devido a um feriado.

Na semana passada, o Federal Reserve, que cortou as taxas de juros para zero e um programa aberto de compra de ativos para apoiar a economia, definiu uma estrutura de política de inflação que manteria as taxas mais baixas por mais tempo.

Na segunda-feira de Wall Street, as ações também foram misturadas na segunda-feira, com o S&P 500 e o Dow Jones Industrial Average encerrando seus melhores desempenhos em agosto desde os anos 1980.

Os mercados da Ásia-Pacífico fecharam em grande parte na segunda-feira  em alta , com as ações japonesas liderando os ganhos em meio à busca por uma substituição do antigo primeiro-ministro Shinzo Abe. A notícia de que Warren Buffett Berkshire Hathaway tem comprado participações em cinco principais empresas de comércio japonesas  sentimento também ajudou. O negócio é visto como uma aposta de longo prazo na economia global.

Os investidores ainda estão de olho no desenvolvimento do coronavírus, já que os casos globais ultrapassaram os 25 milhões no domingo. De acordo com a Johns Hopkins University, os EUA, o Brasil e a Índia têm o maior número de infecções, com os EUA fechando em 6 milhões.

Euro Stoxx 50 (STOXX:SX5E) índice formado pelas 50 ações com maior liquidez, fechou em baixa de 1,3%, sendo cotado a 3.272,51.

Confira o Ranking dos papéis que mais subiram e caíram na Euronext.

O índice FTSE 100 (FTSE:UKX), principal indicador de desempenho do mercado acionário do Reino Unido representando a variação das cem principais companhias da Inglaterra, fechou em baixa, cotado a 5.963,57. Veja o desempenho de todos os ativos da terra da rainha.

Em Paris, o Índice CAC 40 (EU:PX1), composto por ações das 40 maiores companhias negociadas na Bolsa de Valores da Euronext Paris, caiu -1,1%.

As ações da concessionária francesa Suez dispararam 18% depois que a Veolia se ofereceu para comprar uma participação na empresa, o que foi visto como possivelmente levando a uma aquisição total.

Na Itália, o índice BIT (BITI:FTSEMIB), composto por ações das 40 maiores companhias negociadas na Bolsa de Valores de Milão, representando 10 diferentes setores da economia italiana desvalorizou -1,04%.

As ações da Telecom Italia desistiram de ganhos anteriores para fechar em 0,5% na segunda-feira. A estatal italiana de telecomunicações está perto de fechar um acordo histórico com o fundo americano KKR, que poderia lançar as bases para planos de criação de uma única rede de banda larga ultrarrápida.

Confira o Toplist da principal bolsa italiana.

Na Alemanha, o índice DAX (DBI:DAX), composto pelas ações das 30 de empresas negociadas na Bolsa de Valores de Frankfurt (Deutsche Börse), também fechou em baixa de 0,7%, sendo cotado a 12.945,38. Confira o ranking completo dos papéis negociados na Alemanha.

Deixe um comentário