Biomm (BIOM3) 2T20: Prejuízo líquido de R$ 14,2 milhões

LinkedIn

A Biomm apresentou um prejuízo líquido de R$ 14,2 milhões no 2t20, versus um prejuízo de R$ 13,4 milhões em relação ao mesmo trimestre do ano anterior. O Ebitda da biofarmacêutica atingiu um prejuízo de R$ 8,7 milhões no 2t20, apresentando retração de -186,2% na comparação com o 2t19.

Os resultados da Biomm (BOV:BIOM3) referente a suas operações do segundo trimestre de 2020, foram divulgados no dia 07/08/2020.

→ A BIOMM é um spin off da Biobras adquirida pela Dinamarquesa Novo Nordisk. A empresa é especializada no desenvolvimento de medicamentos biológicos e possui R$ 1 bilhão de valor de mercado. Confira a Análise completa da empresa com informações exclusivas.

receita líquida de vendas da Biomm atingiu R$ 11,2 milhões no 2t20, apresentando alta de 644,6% na comparação com o 2t19.

O custo dos serviços ou serviços vendidos totalizou R$ 8,2 bilhões no 2t20, apresentando crescimento de 552,2% na comparação com o 2t19.

resultado financeiro da Biomm totalizou um prejuízo de R$ 2,8 milhões no 2t20, apresentando retração de 215,4% quando comparado ao 2t19. No segundo trimestre, as despesas gerais e administrativas cresceram 20,8% em relação ao 2t19

No 2t20, a companhia afirmou que devido da desvalorização do real frente ao dólar, houve aumento no custo de medicamentos e despesas financeiras.

A Biomm concluiu parcerias estratégicas de aquisição, distribuição e comercialização de seus produtos com exclusividade no país, com as empresas Celltrion Healthcare (Coreia do Sul), MannKind Corporation (EUA), Gan & Lee (China), Wockhardt (Índia) e Chemi S.P.A (Itália).

A empresa ainda mantém 2 contratos de parceria para o desenvolvimento produtivo em parceria com a Fundação Ezequiel Dias (FUNED).

Nos últimos anos, a Biomm foi responsável pelo fornecimento de insulina para o Sistema Único de Saúde (SUS). No momento, a parceria para o desenvolvimento produtivo de insulina humana com o Ministério da Saúde está suspensa.

No primeiro semestre de 2020 a Biomm investiu R$ 1,4 milhão na implantação de uma unidade biofarmacêutica, em Nova Lima – MG.

Deixe um comentário