Bom dia ADVFN - Mercado em queda após restrições no Reino Unido e temor de nova onda

LinkedIn
Esse é o Bom dia, Investidor! 14 de agosto de 2020, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

O comportamento na Ásia trouxe pouca inspiração à abertura do pregão europeu, que acompanha as perdas exibidas em Wall Street, onde o impasse sobre a um novo pacote fiscal encurta o fôlego de alta. As bolsas na Europa aceleram a queda após novas regras de quarentena para chegadas ao Reino Unido.

A preocupação com uma segunda onda de contágio pelo novo coronavírus faz as Bolsas caíram na Europa e os futuros de Nova York operarem em terreno negativo.

Xangai conseguiu fechar em alta (+1,2%), mas Hong Kong caiu (-0,2%) e Tóquio teve leves ganhos (+0,2%).

A produção industrial chinesa cresceu menos que o esperado em julho, em +4,8% em relação a um ano antes, mantendo o ritmo de alta observado em junho, mas menos que os +5,0% previstos. Já as vendas no varejo chinês caíram 1,1% no mês passado, em base anual, após o recuo de 1,8% no mês anterior e contrariando a previsão de estabilidade. Por sua vez, os investimentos em ativos fixos têm queda menor no ano.
O Reino Unido impôs um novo período de quarentena de 14 dias a todas as chegadas da França a partir de sábado devido ao aumento da taxa de casos de coronavírus no país. Holanda, Malta e Mônaco também foram adicionados à lista de quarentena, que já incluía Espanha e Bélgica.
A medida reduziu as ações de viagens e lazer. O euro se encaminha para sua oitava semana consecutiva de ganhos em relação ao dólar.
O Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro encolheu 12,1% no segundo trimestre de 2020 ante os três meses anteriores em meio ao impacto da pandemia da covid-19, sofrendo a maior contração numa série histórica iniciada em 1995, de acordo com revisão divulgada nesta sexta-feira, 14, pela agência oficial de estatísticas da União Europeia, a Eurostat.
Do outro lado do atlântico, os investidores seguem apostando em mais estímulos fiscais para ajudar na recuperação econômica. Após a amostragem que revelou que o número de pedidos de seguro-desemprego semanais nos EUA caíram para menos de 1 milhão pela primeira vez desde março, os números das vendas no varejo nesta sexta-feira devem oferecer pistas mais concretas sobre a saúde da recuperação dos consumidores.
Os futuros internacionais de petróleo WTI (NYMEX:CL\U20) estão sendo negociados a US$ 41,82, queda de -1,2%. O Brent (NYMEX:BZ\V20) opera em queda de -1,0%, negociado a US$ 44,53.
Bitcoin (COIN:BTCUSD) é negociado a US$ 11.706. O ouro (COMEX:GC\Q20) é negociado a US$ 1.938. por onça-troy.
Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian fecharam em alta de 1,82%, cotados a 839.000 iuanes, equivalente hoje a US$ 120,67.

Acompanhe o preço do Ouro, Petróleo, Bitcoin, bolsas internacionais e muito mais em um único lugar e em tempero real: Monitor ADVFN

Conheça o Telegram ADVFN e fique por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro. 

Coronavírus

Uma potencial vacina contra o novo coronavírus desenvolvida por uma unidade do China National Pharmaceutical Group (Sinopharm) aparentou ser segura e desencadeou respostas imunes baseadas em anticorpos em testes iniciais e intermediários, disseram os pesquisadores. A candidata a vacina já chegou ao último estágio de julgamento. A Sinopharm está testando seu imunológico nos Emirados Árabes Unidos em um ensaio de fase 3 que deve recrutar 15.000 pessoas, já que a China tem poucos novos casos para expor voluntários ao vírus.

Atualmente, existem aproximadamente seis vacinas em fase final de testes em seres humanos, e três delas fazem testes no Brasil: as desenvolvidas pela chinesa Sinovac BioNTech, a inglesa, que é uma parceria entre a Universidade de Oxford e a AstraZeneca, e finalmente, a alemã Pfizer.

Os Estados Unidos não deixaram de participar da corrida pela vacina, e possuem um projeto avançado desenvolvido pelo laboratório Moderna. Ela é uma das mais tecnológicas entre as candidatas, com uma estratégia nova e avançada.

O mundo registra 20.936.041 de casos de coronavírus e 759.844 mortes, confirmadas hoje pela Universidade Johns Hopkins.

O balanço diário do Ministério da Saúde sobre a pandemia do novo coronavírus, divulgado ontem (13), trouxe 1.262 mortes e 60.091 casos de covid-19 registrados nas últimas 24 horas pelas secretarias estaduais de saúde. Foi o terceiro dia desde o início da pandemia com maior número diário de novas pessoas infectadas.

TRENDS ADVFN: COVID X OUTRAS PANDEMIAS – VEJA AS LIÇÕES QUE A HISTÓRIA NÃO TE ENSINA 

Brasil

A pesquisa Datafolha revelou que a aprovação do presidente é a melhor desde o início do mandato. Segundo o levantamento, a rejeição a Bolsonaro caiu dez pontos desde junho, quando ocorreu a prisão de Fabrício Queiroz, passando de 44% para 34%. Já os brasileiros que consideram o atual governo ótimo ou bom subiu de 32% para 37% no período, quando o auxílio emergencial à população mais pobre ganhou passo.

O mercado estará hoje diante de um dilema, festejar a melhor avaliação do presidente desde o início do mandato no Datafolha ou reforçar as posições defensivas, projetando os riscos que essa notícia poderá representar para a responsabilidade fiscal.

Menos de 24 horas após ter defendido o controle das despesas, Bolsonaro voltou a falar sobre o assunto, mas em sentido contrário. Segundo ele, “a ideia de furar o teto existe, o pessoal debate. Qual é o problema?”. Agora, o presidente defende o aumento dos gastos públicos, direcionando recursos para obras e investimentos, de modo a amortecer o impacto da pandemia na economia.

Bolsonaro aproveitou a ocasião para pedir “patriotismo” ao mercado financeiro.

Poderes

O presidente encaminhou para análise do Congresso Nacional o Acordo de Projetos de Pesquisa, Desenvolvimento, Teste e Avaliação (Acordo RDT&E), pacto da área de Defesa firmado entre o governo brasileiro e o dos Estados Unidos. A medida foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (14).

Justiça

O ministro Félix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), revogou uma decisão liminar e determinou que Fabrício Queiroz volte para a prisão em regime fechado na investigação do caso das “rachadinhas”. Queiroz estava em prisão domiciliar por decisão do presidente do STJ, ministro João Otávio de Noronha. A decisão também se aplica a Márcia Aguiar, mulher do ex-assessor e também investigada. Márcia, quando obteve a prisão domiciliar, estava foragida da Justiça…

Por maioria de 9 votos a 1, o Plenário do Supremo Tribunal Federal decidiu, nesta quinta-feira (13) estabelecer limites no envio de dados do governo à Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Segundo os ministros, o fornecimento de informações precisa ter uma motivação específica e levar em conta o interesse público…

Economia

O ministério da Economia, Paulo Guedes, anunciou nesta quinta-feira à noite os nomes de Diogo Mac Cord para a Secretaria Especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados, e de Caio Andrade para a Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital. Eles substituem, respectivamente, os demissionários Salim Mattar e Paulo Uebel, cuja saída foi definida como uma “debandada” pelo próprio Guedes por causa da lentidão nas privatizações e na reforma administrativa…

Agenda Econômica

A semana chega ao fim trazendo a divulgação do IBC-Br e do IGP-10, no Brasil, enquanto nos EUA saem os dados de julho da produção industrial e das vendas no varejo, além da leitura preliminar deste mês sobre a confiança do consumidor norte-americano, números sobre o custo da mão de obra e a produtividade e os estoques no atacado em junho. Na zona do euro, será divulgada a estimativa do PIB no segundo trimestre deste ano.

Destaque também para os resultados trimestrais das empresas da B3.

🗓 AGENDA ECONÔMICA 🗓 14/08

🇨🇳 Produção Industrial (00h00) ⭐️
🇨🇳 Vendas no Varejo (00h00)
🇨🇳 Taxa de desemprego (00h00)
🇫🇷 Índice de preços ao consumidor (03h45)
🇪🇺 Variação do PIB (06h00) ⭐️
🇪🇺 Balança Comercial (06h00)
🇩🇪 Índice de preços ao consumidor (03h00)
🇧🇷 IGP-10 (08h00)
🇧🇷 Índice de atividade IBC-Br (09h00) ⭐️
🇺🇸 Vendas no varejo (09h30) ⭐️
🇺🇸 Produção Industrial (10h15)
🇺🇸 Confiança do consumidor Michigan (11h00)
🇺🇸 Contagem de sondas Baker Hughes (14h00)

💰🇧🇷💰 RESULTADO TRIMESTRAL 💰🇧🇷💰

🇧🇷 Cogna (COGN) – antes do mercado
🇧🇷 Cemig (CMIG) – após o mercado
🇧🇷 Cosan Logística (RLOG) – após o mercado
🇧🇷 Direcional (DIRR) – após o mercado
🇧🇷 Fertilizantes Heringer (FHER) – após o mercado
🇧🇷 Priner (PRNR) – após o mercado
🇧🇷 Profarma (PFRM) – após o mercado

☎️ Teleconferência de resultados ☎️

🇧🇷 Ânima (ANIM) – 10h00
🇧🇷 Arezzo (ARZZ) – 10h00
🇧🇷 B2W (BTOW) – 12h00
🇧🇷 B3 (B3SA) – 11h00
🇧🇷 Banco Inter (BIDI) – 11h00
🇧🇷 BR Malls (BRML) – 15h00
🇧🇷 CCR (CCRO) – 11h00
🇧🇷 Centauro (CNTO) – 09h00
🇧🇷 Cia Hering (HGTX) – 11h00
🇧🇷 JSL (JSLG) – 11h00
🇧🇷 Copel (CPLE) – 11h00
🇧🇷 Grupo Springs (SGPS) – 11h00
🇧🇷 CPFL (CPFE) – 11h00
🇧🇷 Cyrela (CYRE) – 11h00
🇧🇷 Grupo Energisa (ENGI) – 15h00
🇧🇷 Eztec (EZTC)
🇧🇷 Grendene (GRND)
🇧🇷 Hapvida (HAPV) – 13h00
🇧🇷 Helbor (HBOR)
🇧🇷 Hermes Pardini (PARD) – 10h00
🇧🇷 IOCHP-MAXION (MYPK) – 10h00
🇧🇷 JBS (JBSS)
🇧🇷 JHSF (JHSF)
🇧🇷 Kepler Weber (KEPL) – 10h30
🇧🇷 Ligth (LIGT)
🇧🇷 Locaweb (LWSA) – 15h00
🇧🇷 Unidas (LCAM) – 13h00
🇧🇷 Mills (MILS) – 11h00
🇧🇷 Moura Dubeux (MDNE) – 09:30
🇧🇷 Natura (NTCO) – 10h00
🇧🇷 Oi (OIBR) – 10h00
🇧🇷 Positivo (POSI)
🇧🇷 Randon (RAPT) – 12h00
🇧🇷 Rumo (RAIL) – 14h00
🇧🇷 SLC Agrícola (SLCE)
🇧🇷 Suzano (SUZB) – 09h30
🇧🇷 Terra Santa (TESA)
🇧🇷 Trisul (TRIS) – 14h30
🇧🇷 Viver (VIVR)

Aviso ao acionista

💰 Proventos 💰

Data “Com” – IRB Brasil (IRBR) negociada como data “Com”…

Data “Ex” – Nenhuma empresa negociada data “Ex”…

Pagamento – Trevisa (LUXM) agendado para hoje…

Ibovespa e dólar ontem

O Ibovespa fechou em queda de -1,62% (100.461) nesta quinta-feira, com as ações da BRF despencando quase 8%, em sessão marcada por uma agenda cheia de resultados de empresas e que teve Via Varejo como destaque positivo. O volume financeiro somou 32,7 bilhões de reais.

Maiores altas do Ibovespa

VVAR3 +3,52% R$ 18,80
KLBN11 +2,57% R$ 25,15
HAPV3 +2,51% R$ 62,85
SUZB3 +2,16% R$ 48,25
NTCO3 +1,97% R$ 47,54

Maiores baixas do Ibovespa

BRFS3 -7,67% R$ 20,96
ELET3 -6,91% R$ 33,39
BRML3 -6,80% R$ 9,87
MULT3 – 5,94% R$ 22,03
ELET3 -5,57% R$ 35,08

TRENDS ADVFN: QUEM FARÁ PARTE DO NOVO IBOV!? CRFB3, PRIO3, EZTC3 E/OU OIBR3!? 

Dólar

A volatilidade intraday jogou o dólar para baixo, fechando em queda de 1,53%, aos R$ 5,3677, no mercado à vista.

Na BMF, o dólar futuro de setembro caiu -1,261%, a R$ 5,371 e o Índice Bovespa futuro de outubro fechou em queda de -2,41%, aos 100.405.

Os juros futuros acentuaram a inclinação da curva, registrando altas expressivas das taxas de longo prazo. Também os contratos intermediários adicionaram prêmios. O único vencimento a manter estabilidade foi o jan/21, que projeta a Selic para o final do ano, fechando a 1,880% (de 1,870%).

Fonte: CNN, CNBC, Infomoney, TC, A bula do mercado, Agência Brasil e BDM.

Deixe um comentário