Bom dia ADVFN - Tensão geopolítica e pacote de alívio econômico dos EUA no radar

LinkedIn
Esse é o Bom dia, Investidor! 10 de agosto de 2020, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

No final de semana, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou quatro ordens executivas para manter parte dos estímulos concedidos para combater os efeitos econômicos da pandemia do coronavírus.

A expectativa de novos estímulos à economia dos Estados Unidos contribui para a manutenção das Bolsas em terreno positivo. As bolsas na Europa operam levemente em alta assim como os futuros americanos, apesar da disputa entre as duas maiores economias do mundo.

A tensão geopolítica entre EUA e China continua preocupando os investidores. O Ministério das Relações Exteriores da China anunciou que vai sancionar 11 cidadãos americanos em uma resposta a uma ação similar dos Estados Unidos contra autoridades chinesas e aliados em Hong Kong.

Alex Azar, o secretário de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, se reúne com o presidente taiwanês Tsai Ing-wen nesta segunda-feira (10), no encontro mais importante entre Washington e a ilha autônoma em décadas.

A visita foi condenada por Pequim, que considera Taiwan como território chinês, e ocorre em meio a altas tensões nas relações EUA-China.

Principal bolsa da China fechou em alta de 0,75% e o Hang Seng Index, de Hong Kong, registrou queda de -0,63%. Em Tóquio, o Nikkei 225 não operou devido a um feriado.Na Coréia do Sul, o Kospi avançou em 1,48% com o aumento das ações das montadoras. As ações da Hyundai subiram 15,65% quando a montadora disse que três novos modelos de veículos elétricos serão lançados nos próximos quatro anos.

No Líbano, as ações da imobiliária Solidere caíram até 13% depois de serem negociadas pela primeira vez desde a explosão mortal da semana passada em Beirute. A ação, vista como uma proteção contra a alta da inflação e a queda da libra libanesa, ainda está em alta de 85% neste ano.

O petróleo avança depois que a Saudi Aramco confirmou sua expectativa de que a demanda pela commoditie deve ser retomada gradualmente.
Os futuros internacionais de petróleo WTI (NYMEX:CL\U20) estão sendo negociados a US$ 41,91, alta de +1,7%. O Brent (NYMEX:BZ\V20) opera em alta de +1,2%, negociado a US$ 44,94.
Bitcoin (COIN:BTCUSD) é negociado a US$ 11.977. O ouro (COMEX:GC\Q20) é negociado a US$ 2.022 por onça-troy
Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian fecharam em alta de 2,44%, cotados a 894.000 iuanes, equivalente hoje a US$ 128,27.

Acompanhe o preço do Ouro, Petróleo, Bitcoin, bolsas internacionais e muito mais em um único lugar e em tempero real: Monitor ADVFN

Conheça o Telegram ADVFN e fique por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro. 

Coronavírus

Um tratamento com anticorpos projetado para proteger contra o coronavírus poderá estar disponível ainda neste ano. Os testes estão determinando se os anticorpos podem evitar a infecção e coibir os piores sintomas do coronavírus quando um paciente é infectado. Não há garantia de que funcionarão.

Se forem comprovadamente eficazes, poderão estar disponíveis para uma fração dos milhões de norte-americanos meses antes de uma vacina estar pronta.

O mundo registra 19.871.795 de casos de coronavírus e 731.503 mortes, confirmadas hoje pela Universidade Johns Hopkins.

De acordo com levantamento pelo Ministério da Saúde, o Brasil tem 3.035.422 casos confirmados da doença e 101.049 mortes registradas. Os casos recuperados somam 2.118.460. Nas últimas 24 horas, o ministério registrou 23.010 novos casos e 572 mortes.

TRENDS ADVFN: COVID X OUTRAS PANDEMIAS – VEJA AS LIÇÕES QUE A HISTÓRIA NÃO TE ENSINA 

Brasil

Em uma publicação no Facebook neste domingo (9), o presidente Jair Bolsonaro disse que “não faltaram recursos, equipamentos e medicamentos para estados e municípios” no combate à Covid-19 no Brasil. Ele afirmou também que “não se tem notícias, ou seriam raras, de filas em hospitais por falta de leitos UTIs ou respiradores” durante a pandemia no país…

O presidente participou de uma videoconferência com outros chefes de Estado e de governo para tratar das ações de apoio ao Líbano. Ao detalhar as ações do governo brasileiro, Bolsonaro disse que convidou o ex-presidente Michel Temer, que tem ascendência libanesa, para coordenar a missão…

Poderes

Na agenda política da semana, destaque para os vetos do presidente Jair Bolsonaro a projetos aprovados pelo Parlamento durante a pandemia, cuja proposta da Presidência do Congresso para os líderes decidirem não inclui a desoneração da folha e o Marco do Saneamento. Os deputados podem votar também o projeto que prevê ajuda às empresas de transporte, além da MP que adia vencimentos e permite parcelamento dos tributos do setor de telecomunicações. No Senado, a pauta semanal ainda definida, e pode incluir a votação de projetos adiados na semana anterior…

Segundo Senador Rodrigues, a PEC que pede suspensão do teto de gastos será retirada de tramitação por risco fiscal…

Justiça

O Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, foi internado neste domingo (9) no Hospital DFStar com uma pneumonite alérgica, informou a assessoria da Corte. A pneumonite é um tipo de inflamação pulmonar causada geralmente por inalação de poeira…

O Ministério Público do Rio de Janeiro investiga transações imobiliárias feitas pelo senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) que lhe garantiram lucro de pelo menos R$ 5 milhões em uma década. São pelo menos 20 imóveis comprados por R$ 11,9 milhões entre 2007 e 2017, quando ele era deputado estadual…

Agenda Econômica

 A safra de balanços do segundo trimestre nesta semana será bastante movimentada, com mais de 100 resultados. Os dados de atividade no Brasil, na China, nos Estados Unidos e na zona do euro estão em destaque ao longo desta semana.

A semana começa com o relatório de mercado Focus, do Banco Central (8h25), os dados da balança comercial neste início de agosto (15h), além da primeira prévia deste mês do IGP-M (8h). O calendário está mais fraco no exterior, trazendo apenas o relatório Jolts sobre as contratações e demissões nos EUA em junho (11h)

🗓 AGENDA ECONÔMICA 🗓 10/08

🇯🇵 Feriado Japão
🇧🇷 IPC-S semanal (08h00)
🇧🇷 Boletim Focus (08h25)
🇺🇸 Ofertas de emprego JOLTs mensal (11h00) ⭐️
🇧🇷 Balança comercial semanal (08h25)

💰🇺🇸💰 RESULTADO TRIMESTRAL 💰🇺🇸💰

🇺🇸 Berkshire Hathaway (sábado)
🇺🇸 Mercado Livre (antes do mercado)
🇺🇸 Duke Energy (antes do mercado)
🇺🇸 Royal Caribbean (antes do mercado)
🇺🇸 Marriott (antes do mercado)
🇺🇸 Novavax (após o mercado)
💰🇧🇷💰 RESULTADO TRIMESTRAL 💰🇧🇷💰
🇧🇷 Cosan (CSAN) – após o mercado
🇧🇷 Guararapes (GUAR) – após o mercado
🇧🇷 Itaúsa (ITSA) – após o mercado
🇧🇷 Linx (LINX) – após o mercado
🇧🇷 Log In (LOGN) – após o mercado
🇧🇷 Portobello (PTBL) – após o mercado
🇧🇷 Vulcabras (VULC) – após o mercado

☎️ Teleconferência de resultados ☎️

🇧🇷 Banco ABC (ABCB) – 10h00
🇧🇷 Sanepar (SAPR) – 10h00
🇧🇷 MDias Branco (MDIA) – 11h00

Aviso ao acionista

IPO

d1000 (#DMVF3) estreia na B3 com preço de R$ 17,00

Quero-Quero (#LJQQ3) estreia a R$ 12,65

💰 Proventos 💰

Data “Com” – Totvs (TOTS) e Aes Tietê (TIET) negociadas como data “Com”…

Data “Ex” – Engie (EGIE) negociada data “Ex”…

Pagamento – SulAmérica agendado para hoje…

Ibovespa e dólar de sexta

O Ibovespa fechou em queda (-1,30%) nesta sexta-feira, fm meio ao aumento da tensão entre Estados Unidos e China e a números sobre a economia norte-americana, que respaldaram movimentos de realização de lucros, o que fez com que a semana terminasse no zero a zero. O volume financeiro negociado no Ibovespa foi de R$ 29,1 bilhões.

Maiores altas do Ibovespa

HGTX3 +7,31% R$ 15,86
RAIL3 +2,46% R$ 23,33
BRFS3 +2,33% R$ 22,42
TIMP3 +1,45% R$ 15,42
PCAR3 +0,92% R$ 67,95

Maiores baixas do Ibovespa

CIEL3 -6,25% R$ 5,25
BRML3 -4,24% R$ 10,84
YDUQ3 -3,59% R$ 32,18
MULT3 -3,43% R$ 22,80
GOLL4 -3,39% R$ 17,97

TRENDS ADVFN: QUEM FARÁ PARTE DO NOVO IBOV!? CRFB3, PRIO3, EZTC3 E/OU OIBR3!? 

Dólar

O dólar engatou a terceira alta consecutiva frente ao real nesta sexta-feira, acumulando o maior ganho semanal desde junho, amparado por um dia de aversão a risco nos mercados externos em meio a dados nos Estados Unidos e incertezas sobre novo pacote de auxílio norte-americano.

O dólar à vista subiu 1,30%, a 5,4126 reais na venda, maior patamar desde 30 de junho (5,44 reais). Nos últimos três pregões, a moeda avançou 2,44%.

Na semana, a cotação ganhou 3,72%, mais forte valorização desde a semana finda em 19 de junho (+5,41%). No ano, o dólar salta 34,88%, com o real mantendo a posição de pior desempenho global entre as principais divisas no período.

Na BMF, o dólar futuro de setembro subiu 2,00%, a R$ 5,444 e o Índice Bovespa futuro de agosto caiu -1,1%, aos 102.725.

 

Fonte: CNN, CNBC, Infomoney, TC, A bula do mercado, Agência Brasil e BDM.

Deixe um comentário