Hong Kong proíbe importação de frango da Aurora Alimentos

LinkedIn

O governo de Hong Kong proibiu a importação de carne de frango da empresa brasileira Aurora Alimentos nesta segunda-feira, 17. A decisão foi anunciada cinco dias após a China afirmar que uma amostra de asas de frango congeladas exportadas pela empresa testou positivo para o novo coronavírus.

Empresas exportadoras de frango na B3: (BOV:BRFS3) (BOV:JBSS3) (BOV:MRFG3)

A proibição foi confirmada no mesmo dia em que a empresa concordou em testar 11 mil trabalhadores para o coronavírus em quatro unidades a partir de 21 de agosto, segundo um comunicado do Ministério Público do Trabalho (MPT) de Santa Catarina.

A Aurora, que foi identificada na semana passada por autoridades da China como a origem de um lote de frango contaminado com traços do coronavírus, utilizou um comunicado da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) para comentar a situação e os próximos passos.

“Com relação ao anúncio feito pelas autoridades de Hong Kong, a Associação Brasileira de Proteína Animal informa que está apoiando a empresa para a apresentação de esclarecimentos”, disse o comunicado.

A ABPA ressaltou que não existem evidências de que o novo coronavírus seja transmitido por alimentos.

A Aurora não foi formalmente notificada sobre a decisão de Hong Kong, segundo a ABPA. A associação disse que pode recorrer à Organização Mundial do Comércio para contestar a proibição por “faltar embasamento científico”.

O acordo entre a empresa e o MPT anunciado nesta segunda-feira garante a testagem em duas fases com intervalos de 14 a 21 dias.

A Aurora vai pagar pelos testes de RT-PCR dos trabalhadores das unidades de Guatambu, Xaxim e Chapecó.

Segundo o Ministério Público do Trabalho, os 22 mil testes que devem ser aplicados representam cerca de 10% do total de testes realizados em todo o Estado de Santa Catarina desde o início da pandemia.

Na sexta-feira, as Filipinas impuseram uma proibição temporária às importações de carne de frango do Brasil depois que uma cidade na China disse ter encontrado traços do novo coronavírus em carregamentos de alimentos congelados importados, incluindo asas de frango do país sul-americano.

As autoridades da cidade de Shenzhen identificaram o frango como proveniente de uma fábrica de propriedade da Aurora, a terceira maior exportadora de aves e suínos do Brasil, em Santa Catarina.

Fonte Estadão

Deixe um comentário