EDP Energias do Brasil aprova pagamento de dividendo e JCP no valor de R$ 353,4 milhões

LinkedIn

A EDP Energias do Brasil (BOV:ENBR3) aprovou, a partir de 23 de setembro de 2020, o pagamento de proventos no valor total bruto de R$ 353.491.061,74.

O comunicado foi feito após o pregão desta sexta-feira (18), divididos em:

a) R$236.000.000,00 como juros sobre capital próprio, equivalente a R$0,390207737 para cada ação ordinária, imputáveis aos dividendos, objeto de deliberação e aprovação na reunião do conselho de administração realizada em 23 de dezembro de 2019, a serem pagos sem ajuste aos acionistas titulares de ações na data-base de 30 de dezembro de 2019; e

b) R$117.491.061,74 equivalente a R$0,194262378 para cada ação ordinária, como dividendos a serem pagos sem ajuste aos acionistas titulares de ações ordinárias da companhia na data-base de 31 de março de 2020.

Recompra de ações

O conselho da EDP aprovou no final de agosto um programa de recompra de ações ordinárias de sua emissão para manutenção em tesouraria, com o objetivo de maximizar a geração de valor para os acionistas. As transações de recompra têm o limite máximo de 8,5% das ações em circulação e poderão ser realizadas em até 18 meses, a preços de mercado, no ambiente da B3.

O máximo de ações que poderão ser recompradas é de 24.863.880. Nesta data há em circulação 294.024.222 ações.

Lucro no 2T20

A EDP Brasil encerrou o segundo trimestre com um lucro líquido de R$ 237,2 milhões, cifra 25,5% maior que a observada em igual período de 2019. Segundo o presidente da elétrica, Miguel Setas, o resultado representa uma “virada de jogo”, após as quedas observadas nas principais métricas da empresa no primeiro trimestre.

Deixe um comentário