Totvs envia oferta de compra a conselheiros independentes da Linx

LinkedIn

Totvs (BOV:TOTS3) confirmou que a documentação para a compra da Linx (BOV:LINX3), incluindo a proposta para o pagamento da multa de R$ 100 milhões ao Cade em caso de reprovação do órgão, foi entregue aos assessores jurídicos e conselheiros independentes da empresa de tecnologia.

O comunicado foi enviado ao mercado nesta sexta-feira (04). “Reiteramos, assim, nosso compromisso de trabalhar junto com a administração da Linx para dar seguimento, com a urgência adequada e observando os mais altos padrões de governança, à submissão da nossa proposta aos acionistas da Linx, entendendo ser fundamental, reiteramos, que todas as propostas disponíveis sejam submetidas aos acionistas da Linx simultaneamente, na mesma assembleia geral, no contexto dos deveres fiduciários dos conselheiros independentes e da preservação do pleno direito de escolha dos mesmos acionistas”, diz trecho do comunicado.

A Totvs afirma que tem o compromisso de trabalhar junto com a administração da Linx para dar seguimento, com a urgência adequada e observando os mais altos padrões de governança, à submissão da proposta aos acionistas.

“Entendendo ser fundamental, reiteramos, que todas as propostas disponíveis sejam submetidas aos acionistas da Linx simultaneamente, na mesma assembleia geral, no contexto dos deveres fiduciários dos conselheiros independentes e da preservação do pleno direito de escolha dos mesmos acionistas”, afirmou.

Em 14 de agosto, a Totvs informou ter enviado ao conselho da Linx uma proposta de combinação de negócios, oferecendo a cada acionista uma ação sua mais R$ 6,20 por cada ação de sua titularidade. Ao fim, os acionistas da Linx possuiriam 24% do capital total e votante da Totvs.

A empresa disputa com a Stone a incorporação da Linx. Após críticas de parte do mercado, a empresa de meios de pagamentos reformulou sua proposta. O valor da transação aumentou um pouco, em R$ 200 milhões, para R$ 6,248 bilhões.

A Stone, por sua vez,  afirma que a garantia dos contratos de “não competição” e “não aliciamento” dos acionistas fundadores da Linx “tem valor relevante para todos os acionistas da companhia combinada, ao assegurar que aqueles não criem novos empreendimentos, trabalhem para concorrentes ou recrutem executivos-chave da companhia”.

Minoritários querem que Linx apresente as 2 propostas na mesma assembleia

Minoritários da Linx querem que a empresa apresente as propostas para sua aquisição na mesma assembleia. Significa colocar sob o escrutínio dos acionistas as duas ofertas, lado a lado e simultaneamente, e deixar que eles decidam entre a feita pela Stone e a da Totvs. O receio é que apenas a da Stone seja apresentada para o aval dos acionistas.

A empresa de pagamentos listada na Nasdaq aumentou o valor da proposta esta semana, mas manteve os pontos polêmicos, como o acordo de não competição. Na prática, a proposta, segundo a visão de minoritários, renderá um prêmio aos fundadores, o que é vetado a empresas que participam do Novo Mercado da B3, como é o caso da Linx. A proposta da Stone já foi aprovada por acionistas e protocolada na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) dos Estados Unidos, a SEC. Stone e Linx têm ações listadas por lá.

Linx contrata BR Partners

A Linx informou ao mercado nesta terça-feira (8) que contratou a BR Partners para dar um parecer ao comitê da companhia sobre a oferta de combinação de negócios realizada pela Totvs.

De acordo com o documento, a Linx recebeu, no dia 4 de agosto, a minuta de protocolo e justificação de incorporação da operação da proposta, que está sendo avaliada.

Visão do Mercado

O Bradesco BBI reiterou hoje que a Totvs é sua top pick do setor, e disse esperar um crescimento orgânico ainda maior nos próximos trimestres, com a melhoria do quadro econômico. Novas parcerias devem ganhar mais relevância no negócio, impulsionando as margens. O banco aumentou o preço-alvo de R$ 22,00 para R$ 36,00 em 2021.

Segundo o banco, o acordo com a Linx poderia gerar ganhos de sinergia de R$ 2,7 bilhões ou de R$ 4,70 por ação. Mesmo assim, o BBI acredita que a Stone tem mais chances de vencer a disputa pela Linx devido ao seu “bolso” maior. O valor de mercado da Stone é de US$ 16 bilhões.

Conheça o Telegram ADVFN e fique por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro. 

Deixe um comentário