Acusações de interferência eleitoral derrubam os futuros dos EUA.

LinkedIn

ÁSIA: A maioria dos principais mercados da Ásia recuou nesta quinta-feira, com o Fundo Monetário Internacional rebaixando a previsão de crescimento para a região Ásia-Pacífico para -2,2%, “o pior resultado para esta região na história”.

No Japão, o Nikkei caiu 0,70%, enquanto o índice Topix caiu 1,09%. As ações da ANA Holdings caíram 4,08% após relatos de que a companhia aérea deve registrar perdas de bilhões de dólares no ano fiscal até março. As ações da Japan Airlines caíram 2,21%.

Na China Continental, o composto de Xangai caiu 0,38%, enquanto o Shenzhen Component caiu 0,53%. O índice Hang Seng de Hong Kong fechou em alta de 0,11%.

O Kospi da Coreia do Sul caiu 0,67%.

Na Austrália, o S & P / ASX 200 caiu 0,29%, em 6.173,80 pontos. Entre as mineradoras, BHP e Rio Tinto avançaram 0,8% cada, enquanto a empresa de minério de ferro Fortescue Metals caiu 0,9%. As produtoras de petróleo caíram. Santos recuou 2,1% e Woodside Petroleum fechou em baixa de 1,6%.

O índice MSCI Ásia-Pacífico exceto Japão caiu 0,25%.

EUROPA: As bolsas europeias recuam nesta quinta-feira depois que os EUA acusaram rivais estrangeiros de interferência nas eleições, mesmo com o progresso parecendo ter sido feito em uma nova rodada de estímulo à economia dos EUA e com os balanços terem sido amplamente melhores do que o esperado.

O Stoxx Europe 600 cai 0,67%. O alemão DAX 30 cai 0,63%, o francês CAC 40 perde 0,60, enquanto o IBEX 35 da Espanha e o FTSE MIB da Itália caem 0,50% e 0,51%, respectivamente.

Em Londres, o FTSE 100 segue seus pares regionais e recua 0,51%. Entre as mineradoras listadas na LSE, Anglo American sobe 1%, Antofagasta avança 0,6%, enquanto BHP e Rio Tinto recuam 0,2% cada. As produtoras de petróleo também cai. BP e Royal Dutch Shell cai 1,8% e 1,6%, respectivamente.

Com relação aos dados econômico, a confiança do consumidor alemão diminuiu com o índice da GfK para novembro chegando a -3,1 pontos, ante -1,7 pontos em outubro.

A Europa ainda está lutando contra um aumento nos casos COVID-19. Nos últimos 14 dias, a República Tcheca, a Holanda e a Bélgica tiveram a maior taxa de infecção per capita, de acordo com o Centro Europeu de Controle de Doenças. O chanceler do Reino Unido, Rishi Sunak, deve anunciar ajuda às empresas envolvidas nas novas restrições impostas às regiões duramente atingidas.

A União Europeia e o Reino Unido também devem retomar as negociações sobre um acordo comercial para quando o Reino Unido encerrar seu acordo atual com o bloco no final do ano.

EUA: Os contratos futuros vinculados aos principais índices de ações dos EUA caem na manhã de quinta-feira, apontando para mais perdas para os mercados quando as negociações regulares forem retomadas.

Embora a sessão noturna tenha começado com movimentos modestamente positivos, os futuros ficaram sob pressão depois que autoridades americanas disseram que o Irã está tomando medidas para interferir na eleição presidencial dos EUA e que a Rússia obteve informações dos eleitores americanos.

Especificamente, o Diretor de Inteligência Nacional, John Ratcliffe, disse que o Irã tem enviado “e-mails falsos destinados a intimidar eleitores, incitar a agitação e prejudicar o presidente Donald Trump.

O anúncio da inteligência do país veio em meio a uma já acirrada eleição e aumenta as incertezas, enquanto os EUA tentam lidar com as consequências econômicas causadas pelo coronavírus.

As mudanças após o expediente vieram na esteira das quedas em Wall Street durante a sessão regular de quarta-feira. O Dow Jones Industrial Average caiu 97,97 pontos, ou 0,35%, revertendo um ganho de mais de 100 pontos no início do dia. O S&P 500 caiu 0,22%, enquanto o Nasdaq Composite caiu 0,28%.

Os comentários sobre as negociações de estímulo de Drew Hammill do vice-chefe de gabinete da presidente da Câmara Nancy Pelosi, continuaram a oferecer aos investidores esperanças em um acordo nas negociações. Ele também comentou que a Casa Branca e os democratas continuam a reduzir suas diferenças sobre as prioridades de saúde, mas que mais coisas precisam ser feito para garantir a segurança das escolas.

As empresas continuaram a apresentar relatórios de lucros do terceiro trimestre na quarta-feira, com a fabricante de carros elétricos Tesla e a cadeia de burrito Chipotle oferecendo aos investidores atualizações sobre seus negócios. A empresa de Elon Musk divulgou seu quinto trimestre consecutivo de lucros, relatando ganhos de 76 centavos por ação contra a estimativa de consenso de 57 centavos esperada por analistas ouvidos pela Refinitiv. A empresa já havia informado que entregou 139.300 veículos durante o trimestre, um novo recorde para a Tesla. O CEO observou na teleconferência da empresa que a Tesla planeja começar a entregar carros das novas fábricas em Brandenburg, Alemanha e Austin, Texas em 2021, mas a produção pode ser lenta no início. A ação fechou em alta de 2,9% no pregão regular.

Chipotle Mexican Grill, por sua vez, viu seu patrimônio cair 4% no “after-market”.

Na agenda econômica, às 9h30 sairá a atualização dos números de solicitação de seguro-desemprego dos EUA. Economistas ouvidos pela Dow Jones esperam que o Departamento de Trabalho mostre um total de 875.000 pedidos durante a semana encerrada em 17 de outubro.

O governo informou na semana passada, o nível mais alto desde 22 de agosto, um sinal de que a recuperação da recessão da Covid-19 pode estar perdendo força. O departamento também informou que mais de 10 milhões de americanos que haviam entrado com pedido anteriormente, mas mesmo assim continuavam recebendo benefícios.

Às 11h00 sairá as vendas de imóveis existentes.

ÍNDICES FUTUROS – 7h30:
Dow: -0,17%
SP500: -0,16%
NASDAQ: -0,14%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado e a europeia no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados.

Deixe um comentário