As ações da IBM caem após apresentar queda de receita no terceiro trimestre de 2020

LinkedIn

A IBM apresentou o balanço do terceiro trimestre, embora novamente se recusasse a fornecer orientações futuras devido às incertezas criadas pela pandemia Covid-19.

Para o trimestre, a IBM (NYSE:IBM) relatou receita de US$ 17,6 bilhões, queda de 2,6% em relação ao ano anterior.

A IBM também é negociada na B3 através do BDR (BOV:IBMB34).

Os lucros “Non-GAAP” foram de US$ 2,58 por ação, enquanto os lucros “GAAP” (ou generally accepted accounting principles) de operações contínuas foram de US$ 1,89 por ação.

Na semana passada, a IBM anunciou um plano para desmembrar seus negócios de serviços de infraestrutura gerenciada de US$ 19 bilhões, ao mesmo tempo em que se concentra no restante da empresa em software e serviços em nuvem híbrida. A IBM espera concluir a transação por meio de uma cisão sem impostos para os acionistas até o final de 2021. O negócio a ser desmembrado – a nova empresa será nomeada mais tarde – responde por um quarto da receita total da IBM. A IBM não nomeou uma equipe de liderança ou membros do conselho para a nova empresa, e não houve atualizações em nenhuma das frentes hoje.

A empresa disse que a receita total da nuvem no trimestre foi de US$ 6 bilhões, um aumento de 19% em relação ao ano anterior. A IBM disse que a receita total da nuvem nos últimos 12 meses aumentou 22%, ou 25% ajustando para moeda e negócios desinvestidos. A receita da Red Hat cresceu 17%.

A IBM disse que a margem bruta operacional “non-GAAP” foi de 49%, um aumento de 160 pontos base em relação ao ano anterior.

A empresa disse que gerou US$ 1,1 bilhão em fluxo de caixa livre no trimestre e retornou US$ 1,5 bilhão aos detentores em dividendos.

A empresa não está recomprando ações atualmente, uma vez que pressionou para reduzir sua alavancagem.

A receita no segmento de nuvem e software cognitivo da empresa, que inclui a Red Hat, foi de US$ 5,6 bilhões, um aumento de 7%. A receita da Global Business Services foi de US$ 4 bilhões, queda de 5%, enquanto a Global Technology Services foi de US$ 6,5 bilhões, queda de 4%.

O segmento de sistemas, que inclui hardware e software de mainframe, teve vendas de US$ 1,3 bilhão, queda de 15%. A receita de financiamento global foi de US$ 273 milhões, queda de 20%.

“O forte desempenho de nosso negócio de nuvem, liderado pela Red Hat, ressalta a crescente adoção por parte do cliente de nossa plataforma de nuvem híbrida aberta”, disse o CEO da IBM, Arvind Krishna, em um comunicado. “A separação dos negócios de serviços de infraestrutura gerenciada cria uma empresa independente líder de mercado e aprimora ainda mais nosso foco na plataforma de nuvem híbrida aberta e nos recursos de IA da IBM. Isso irá acelerar nossa estratégia de crescimento e posicionar melhor a IBM para aproveitar a oportunidade de nuvem híbrida de $ 1 trilhão.”

O CFO da IBM, James Kavanaugh, disse em entrevista à Barron’s que a empresa encerrou o trimestre com US$ 16 bilhões em caixa. Ele disse que a empresa usará parte disso para pagar US$ 4,5 bilhões em vencimentos no quarto trimestre. A empresa tinha dívidas de US$ 65,4 bilhões no final deste trimestre.

As ações da IBM perderam -3,39% nas negociações desta terça-feira (20). As ações da IBM caíram cerca de 3% no ano até o momento.

CapturadeTela2020-10-20às09.58.07

Fontes: Barron’s, CNBC, FX empire, FX Street, Wall Street, Reuters

 

Deixe um comentário