Bom dia ADVFN - Último debate nos EUA e indefinição do pacote de estímulos dos EUA no radar - 22/10/2020

LinkedIn

22/10/2020: Esse é o Bom dia, Investidor!  22 de outubro de 2020, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

As Bolsas mundiais estão pessimistas quanto aos estímulos fiscais dos EUA e pela expectativa do último debate presidencial hoje entre Donald Trump e Joe Biden.

Na Ásia, as  ações asiáticas fecharam em baixa, após o FMI reduzir a previsão de crescimento para queda de 2,2% em 2020. É a pior previsão para a região em décadas. O índice Nikkei, do Japão, fechou em queda de 0,7%; o Hang Seng Index, de Hong Kong, teve alta de 0,13%; o Kospi, da Coreia do Sul, caiu 0,67%; o índice Shanghai, da China, teve queda de 0,38%.

Na Europa, os índices, neste momento, registram baixa à medida que a indefinição sobre um plano de estímulo para lidar com o coronavírus continua nos Estados Unidos. Em todo o mundo, há evidências crescentes de que a pandemia está começando a piorar. As novas infecções na Alemanha saltaram para um recorde, enquanto a Espanha e a França são agora as primeiras nações da Europa Ocidental com 1 milhão de casos.

Nos Estados Unidosos índices futuros americanos operam em baixa neste momento. Há um reconhecimento cada vez mais crescente de que nenhum acordo sobre o pacote fiscal antes da eleição seja provável, apesar de possível. O ressurgimento da Covid-19 segue como um trigger igualmente importante, mas o debate fiscal nos EUA tem sido a principal questão de curto prazo. A eleição presidencial americana também continua no radar dos investidores, com o debate presidencial final antes da eleição dos EUA, entre o presidente Donald Trump e o ex-vice-presidente Joe Biden, marcado para hoje, ao vivo de Nashville

Os futuros internacionais de petróleo WTI (NYMEX:CL\Z20) estão sendo negociados a US$40,21, alta de +0,47%. O Brent (NYMEX:BZ) também opera em alta de +0,7%, negociado a US$ 42,01.

Bitcoin (COIN:BTCUSD) é negociado a US$ 12.962,70. O ouro (COMEX:GC\Z20) é negociado a US$ 1.924,30 por onça-troy.

⇒ As condições que tornam o ouro um investimento atraente

Coronavírus

O mundo registra 41.281.842 de casos de coronavírus e 1.132.169 mortes, confirmadas pela Universidade Johns Hopkins.

No Brasil,  o Ministério da Saúde anunciou na quarta-feira (21) mais 24.818 novos casos confirmados da Covid-19 e 566 mortos em decorrência da doença no Brasil. O total de infecções confirmadas alcança 5.298.772 e o de mortes 155.403.

Morreu na quarta-feira (21), um voluntário brasileiro que participava dos testes da vacina de Oxford, a que será comprada pelo governo federal. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) disse que, sem os dados da vítima, não é possível saber se ela fazia parte do grupo que tomou a dose ou placebo, e que o estudo não foi interrompido. O voluntário que morreu era homem, de 28 anos e morador do Rio de Janeiro. Ele teria morrido por complicações da Covid-19.

Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que não vai recuar da decisão de não comprar a vacina chinesa Coronavac. Já o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que se o governo não mudar de ideia até sexta-feira (23), os estados vão adotar as medidas necessárias para garantir o fornecimento da vacina.

Poderes

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou a indicação de Kassio Marques Nunes ao Supremo. A reunião durou quase 10 horas.

Economia

A inflação nos supermercados de São Paulo subiu mais de 2% em setembro, a maior alta para o mês desde 1994. O arroz e o óleo puxaram a alta nos preços.

Estados Unidos

Nesta quinta-feira (22), a partir das 21h, ocorre  o segundo e último debate da eleição presidencial dos Estados Unidos. O republicano e candidato à reeleição Donald Trump e o democrata Joe Biden voltam a se encontrar em mais um confronto que promete ser quente.

Especial ADVFN ⇒ PIX: O novo capítulo do Banco Central para estimular concorrência

Ainda esvaziada, a agenda do dia reserva os pedidos semanais de auxílio-desemprego nos EUA e mais dados do setor imobiliário no país. Entre os eventos de relevo, está previsto para acontecer o terceiro (segundo?) debate presidencial nos EUA antes da eleição, em novembro. AT&T e Coca-Cola divulgam seus balanços.

Confira a agenda:

🗓 AGENDA ECONÔMICA 🗓 22/10

🇩🇪 Índice GfK de confiança do consumidor (03h00)
🇺🇸 Pedidos de seguro-desemprego (09h30) ⭐️
🇺🇸 Vendas de casas usadas (11h00)
🇬🇧 Índice GfK de confiança do consumidor (20h00)
🇯🇵 Índice de preço ao consumidor (20h30)
🇯🇵 PMI composto, industrial e de serviços (21h30)

📣 Eventos Importantes 📣

🇺🇸 Debate Presidencial (22h00) ⭐️

💰 Proventos Hoje 💰

Data “Com” – Nenhuma ação negociada como data “Com”…

Data “Ex” – Kepler Weber (KEPL) negociada como data “Ex”…

Pagamento – Afluente (AFLT), Cesp (CESP) e Totvs (TOTS) agendads para hoje…
🔔 De olho no IPO 🔔

💲 Precificação IPO Track & Field (#TFCO4)
☎️ Teleconferência ☎️

Weg (WEGE)

🇺🇸 📊 Resultados Trimestrais 📊 🇺🇸

Coca-Cola (KO) (COCA34)
AT&T (T) (ATTB34)
American Airlines (AAL) (AALL34)
Kimberly-Clark (KMB) (KMBB34)
Southwest (LUV)
Intel (INTC) (ITLC34)

Ibovespa e dólar no último pregão: 

Ibovespa:  

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa encerrou com variação positiva de 0,01%, a 100.552,44 pontos, após, na máxima da sessão, alcançar 101.585,92 pontos. O volume financeiro totalizou 24,4 bilhões de reais.

A cena corporativa ocupou as atenções, com Qualicorp entre os maiores ganhos, em meio a planos da Rede D’Or de elevar participação na empresa, enquanto Weg sofreu realização de lucros após registrar máxima na esteira de resultado sólido.

Maiores altas do Ibovespa
QUAL3 +5.75% / R$ 34,37
BRKM5 +4.73% / R$ 24,35
EZTC3 +3.80% / R$ 40,90
MULT3 +3.72% / R$ 21,97
IGTA3 +3.32% / R$ 34,16

Maiores baixas do Ibovespa
WEGE3 -6.16% / R$ 78,40
IRBR3 -3.80% / R$ 6,83
LAME4 -2.99% / R$ 26,58
CVCB3 -2.89% / R$ 15,07
LREN3 -2.48% / R$ 40,50

Trends da semana: O potencial de lucro da YDUQ3, SEER3, COGN3, ANIM3, BAHI3, GPIV33 e as IPO’s do setor que vem por aí

Dólar    

dólar comercial:  o dólar comercial terminou estável, com leve ganho de 0,05% a R$ 5,613 na compra e a R$ 5,614 na venda.

O dólar futuro com vencimento em novembro registrava leve alta de 0,03%, a R$ 5,61 no after-market.

Ifix   

IFIX , o índice fechou a quarta-feira (21) no maior patamar em sete meses.

O índice de referência em Fundos Imobiliários subiu 0,18%, a 2.828,75 pontos, pico de fechamento desde 12 de março. A movimentação financeira foi de R$ 180,15 milhões.

Fonte: CNN, CNBC, Infomoney, TC, A bula do mercado, Agência Brasil e BDM.

Deixe um comentário