Governo suíço inicia processo de consulta para leis de blockchain

LinkedIn

O Departamento Federal de Finanças da Suíça iniciou um processo de consulta para um regulamento geral no espaço da blockchain e da tecnologia de registros distribuídos.

A consulta acontecerá entre cantões, partidos e demais grupos interessados neste espaço. Ela está programada para continuar por mais de três meses, terminando em 2 de fevereiro de 2021.

Isso é parte do interesse ativo do governo suíço em promover a blockchain e a criptomoeda. A consulta para criar leis melhores para a indústria de blockchain ocorre apenas um mês depois que o governo reformou várias leis financeiras e corporativas existentes para incorporar disposições para tecnologia de blockchain e DLT.

De acordo com um anúncio oficial, as reformas às leis existentes melhoraram o quadro regulamentar da Suíça. O país está agora mais alinhado para promover a inovação da blockchain e da DLT.

A portaria geral ajudará o governo a incorporar essas emendas às leis em nível de portaria federal, e o Conselho Federal pretende colocar essas leis em vigor a partir de agosto de 2021.

O apoio da Suíça a empresas de blockchain e criptomoeda resultou na criação de sedes de muitas empresas de todo o mundo no país. O país hospeda mais de 900 empresas de blockchain que empregam mais de 4.700 pessoas.

A adoção de blockchain e criptomoedas pelo governo suíço é tal que o cantão suíço de Zug, também conhecido como o “Criptovale”, agora permite que seus residentes paguem impostos em Bitcoin (BTC) e Ether (ETH). Até mesmo o banco estatal Basler Kantonalbank (BKB) estaria planejando lançar serviços de criptomoeda.

Por Mohammad Musharraf

Deixe um comentário