Número de pessoas físicas cresce 114% na B3 no mês de setembro

LinkedIn

O número de pessoas físicas na Bolsa brasileira cresceu 114% no mês de setembro em relação a 2019 e ultrapassou a marca de 3 milhões de investidores.

Em relação ao mês de agosto, o número de investidores na B3 (BOV:B3SA3) avançou 3,6%.

Em termos de volume financeiro médio diário, a bolsa girou em ações R$ 27,994 bilhões, aumento de 69,9%. Ante agosto, porém, houve recuo de 10,8%.

No mercado à vista, foram R$ 27,257 bilhões, alta de 70% em setembro sobre o mesmo mês do ano passado.

Entretanto, em setembro frente a agosto, o volume em caiu 10,9%.

No mercado de opções, o volume financeiro médio diário na B3 saltou 89,2% na comparação anual.

Enquanto no mercado a termo, foram negociados R$ 194 milhões, alta de 25,9%.

Derivativos

No mercado de derivativos, o volume na B3 subiu 17,9% em um ano, para 4,3 milhões.

Entre os mercados, o segmento de commodities disparou 63,9%.

Já as taxas de câmbio tiveram alta de 44,9%.

As taxas de juros em reais subiram 12,1%, enquanto as taxas de juros em dólares avançou apenas 1,6%.

Balcão

No mercado de balcão, as emissões de renda fixa cresceram 35,4% em setembro na comparação com mesmo mês do ano passado. Já o estoque cresceu 29,8%.

Em derivativos a B3 registrou queda de 13% de novas emissões e o estoque aumentou 54,2% em um ano.

Em setembro, o principal índice da B3, Ibovespa fechou em 94.603,38 pontos, acumulando perdas de 4,80%.

VISÃO DE MERCADO

XP Investimentos

Os dados foram positivos dada a capacidade da companhia de manter o alto patamar de volumes enquanto investidores esperavam volumes ainda menores no curto prazo pós-COVID. Importante também lembrar que IPOs e follow-ons voltaram e, embora não sejam representativos na receita, ajudam o volume de médio e longo prazo.

Deixe um comentário