Petrobras vai assumir operação da BP Energy na bacia do Foz do Amazonas

LinkedIn

A Petrobras (BOV:PETR3) (BOV:PETR4) vai assumir a operação da BP Energy no bloco FZA-M-59, na bacia do Foz do Amazonas, região que tem esbarrado no licenciamento ambiental, o que já havia feito a francesa Total transferir para a estatal brasileira, em setembro, cinco blocos que esperavam há sete anos licenciamento ambiental para iniciar a exploração.

A autorização para mais essa transferência foi aprovada na quinta-feira, 22, em reunião de diretoria da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), sem alteração na composição acionária – BP (70%) e Petrobras (30%).

A agência determinou que a Petrobras terá 30 dias após a assinatura da transferência da operação para apresentar um novo cronograma “estabelecendo as ações pendentes e respectivos prazos de implementação do processo de licenciamento em curso”, informou a ANP.

Em setembro a Petrobras já havia assumido a participação de 40% da Total nos blocos FZA-M-57, FZA-M-86, FZA-M-88, FZA-M-125 e FZA-M-127, tornando a estatal a maior operadora da complexa bacia.

Nesses blocos da Total, a estatal brasileira passou a ter 70% de participação e a BP, 30%.

Os projetos na região enfrentam resistência de ambientalistas pela existência de um raro recife de corais, segundo entidades como o Greenpeace.

Deixe um comentário