UBS rebaixa recomendação das ações do IRB

LinkedIn

O banco suíço rebaixou a recomendação das ações do IRB (BOV:IRBR3) de compra para venda e cortou o preço-alvo de R$ 48,00 para R$ 4,60, o que representa um potencial de queda de 47% em relação ao fechamento de ontem. Na manhã de hoje, os papéis eram negociados em queda de 3,24%, cotados a R$ 8,37.

Os analistas decidiram retomar a cobertura da empresa de resseguros, que foi suspensa em meio aos questionamentos da gestora Squadra, que levaram à descoberta de uma fraude contábil nos balanços.

A companhia reapresentou os números de 2019 e 2018, que mostraram um lucro R$ 670 milhões menor do que o apresentado originalmente na soma dos dois períodos.

Na análise do UBS, o IRB ainda vai demorar a recuperar os níveis de lucratividade. Os analistas projetam que a rentabilidade (ROE) da companhia seja de apenas 4% em 2021 — contra 9,6% dos pares internacionais.

“Na cotação atual na bolsa, nossa análise sugere que o mercado precifica o ROE em 20% no longo prazo e índices de sinistralidade em 62% (em linha com a média de 2014-2019), o que acreditamos ser muito alto”, escreveram os analistas do UBS, em relatório a clientes.

Deixe um comentário