Banco do Brasil pagará R$ 333 milhões em JCP referente ao 4T20

LinkedIn

Conselho diretor do Banco do Brasil aprovou o valor de R$ 333.785.294,12 a título de remuneração aos acionistas sob a forma de Juros sobre o Capital Próprio (JCP) relativos ao quarto trimestre de 2020.

O Fato Relevante foi divulgado nesta sexta-feira (27) pela empresa (BOV:BBAS3). O valor dos JCP por ação é de R$ 0,11698470002.

Dessa forma serão pagos no dia 30 de dezembro e terão como base a posição acionária do dia 11 de dezembro de 2020. As ações transferidas a partir do dia 14 de dezembro serão consideradas “ex JCP”.

Haverá retenção de imposto de renda na fonte sobre o valor nominal de acordo com a legislação vigente.

“Os acionistas dispensados da referida tributação deverão comprovar esta condição até 16/12/2020, em uma das agências do BB”, afirmou o banco.

O crédito será por conta corrente, poupança-ouro ou por caixa, afirmou o Banco do Brasil.

A regularização cadastral poderá ser efetuada mediante a apresentação de documento de identidade, CPF e comprovante de residência, se pessoa física, ou estatuto/contrato social e prova de representação, se pessoa jurídica.

Aos acionistas com ações custodiadas na CBLC – Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia, os valores serão pagos àquela entidade, que os repassará aos acionistas titulares, por meio de seus respectivos agentes de custódia.

Haverá retenção de imposto de renda na fonte sobre o valor nominal de acordo com a legislação vigente. Os acionistas dispensados da referida tributação deverão comprovar esta condição até 16/12/2020, em uma das agências do BB.

Lucro líquido contábil no 3T20 fica em R$ 3,085 bilhões

No acumulado do terceiro trimestre deste ano, o banco obteve um lucro líquido contábil de R$ 3,085 bilhões. Esse resultado é uma queda de 27,5% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando obteve lucro de R$ 4,256 bilhões. No comparativo com o 2T20, o lucro também retraiu, ficando 3,9% menor.

Já o lucro líquido ajustado, que exclui itens extraordinários, ficou em R$ 3,482 bilhões no 3T20, queda de 23,3% quando comparado ao mesmo período de 2019 e alta de 5,2% sobre o 2T20. No acumulado do ano, o lucro líquido soma R$ 9,498 bilhões, queda de 23,8% na comparação com o mesmo intervalo do ano passado.

Deixe um comentário