CSN precifica reabertura de oferta de US$ 300 milhões em notes

LinkedIn

A Companhia Siderúrgica Nacional (BOV:CSNA3) precificou a reabertura da oferta de títulos representativos de dívida denominados Notes emitidos em janeiro deste ano no mercado externo por sua subsidiária CSN Inova Ventures no valor de US$ 300 milhões.

“As notes serão garantidas, incondicional e irrevogavelmente, pela companhia”, diz a CSN em comunicado nesta terça-feira (10) .

O valor total de principal das Notes, considerando a emissão de US$ 1 bilhão em 28 de janeiro de 2020, é de US$ 1 bilhão e 300 milhões. A liquidação das Notes está prevista para o dia 16 de novembro de 2020.

“Foram ofertadas a um preço de emissão de 101,295% do valor do principal mais juros acumulados, representando uma remuneração, até o vencimento, de 6,520% ao ano”, especifica.

A CSN informou que tem a intenção de utilizar os recursos líquidos captados por meio das Notes para refinanciar certas dívidas e fins corporativos diversos.

“Os títulos foram oferecidos a investidores institucionais qualificados em conformidade com a lei de mercado de capitais dos Estados Unidos e alterações posteriores.”

CSN consegue reverter prejuízo registrado no 3T20 para lucro líquido de R$ 1,27 bilhão

Em um claro sinal da retomada da economia do setor industrial brasileiro, após o enorme tombo no segundo trimestre, a Companhia Siderúrgica Nacional conseguiu reverter prejuízo de R$ 871 milhões, registrado no terceiro trimestre de 2019, para lucro líquido de R$ 1,27 bilhão no período de julho a setembro deste ano, motivado principalmente pelo aumento de 27% na venda de aço no terceiro trimestre em relação ao segundo deste ano, quando foram comercializadas 1,28 milhão de toneladas, ante 1 milhão no segundo trimestre.

“Preparamos a companhia para uma guerra e trouxemos ao máximo a competitividade. E os resultados apareceram”, disse Benjamin Steinbruch, presidente do Conselho de Administração da CSN, durante a apresentação do resultado do terceiro trimestre aos investidores.

Deixe um comentário