Direcional (DIRR3) 3T20: Recorde de vendas e lucro líquido de R$ 33 milhões

LinkedIn

A Direcional Engenharia reportou um lucro líquido ajustado de R$ 33 milhões no terceiro trimestre de 2020, alta de 27% em relação ao mesmo período de 2019. A empresa diz que, apesar dos cenários de pandemia, acredita ter conquistado resultados bastante positivos.

As vendas líquidas aumentaram 29,2%, para R$ 368,9 milhões. Se incluída também a participação dos sócios nos empreendimentos, a expansão foi de 40,5%, para o recorde de R$ 458 milhões.

Os resultados da Direcional (BOV:DIRR3) referente a suas operações do segundo trimestre de 2020, foram divulgados no dia 09/11/2020.

Trader ? Faça um Coaching de Investimentos com a YouTrade e obtenha resultados consistentes.

“O 3T20 teve início em um momento crítico da crise causada pela pandemia de Covid-19, com efeitos bastante adversos na economia. Contudo, no segmento de imóveis econômicos, pudemos acompanhar a continuidade do desempenho apresentado no segundo trimestre, com aumento da demanda e crescimento das vendas”, afirma a administração da Direcional.
Ebitda ajustado – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – foi de R$ 73,8 milhões no terceiro trimestre deste ano. O valor é 22% maior do que os R$ 60,5 milhões do mesmo período de 2019. A margem Ebitda ajustada somou 19,7% no 3TRI20. O valor é 3 p.p. maior do que o mesmo trimestre do ano passado.
Direcional Engenharia, incorporadora que produz imóveis residenciais de médio e alto padrão, Minha Casa Minha Vida (MCMV) e imóveis comerciais, está entre as cinco maiores construtoras do Brasil, com foco no desenvolvimento de empreendimentos populares de grande porte e atuação primordial nas regiões norte, centro-oeste e sudeste do Brasil. A empresa possui valor de mercado de R$ 1,91 bilhão. Confira a Análise completa da empresa com informações exclusivas.
receita líquida atingiu R$ 376 milhões, queda de 8% em relação ao segundo trimestre. Segundo a construtora, o desempenho ocorreu principalmente pelo mix de vendas e estágio das obras em que essas vendas aconteceram.
Outras informações do balanço

No terceiro trimestre, a Direcional lançou 10 novos empreendimentos/etapas que totalizaram VGV de R$ 574 milhões. Isso representou um crescimento de 64% em relação ao trimestre anterior e 32% quando comparado com 3T19.

Boa parte do volume de lançamentos concentrou-se no último mês do trimestre. Assim, seguindo o que já havia sido observado no 2T20, esse ritmo de aprovações vem melhorando mês após mês com a paulatina redução do isolamento social e a gradual retomada da atividade.

A posição de caixa atingiu R$ 1,1 bilhão. Ela foi reforçada com a emissão de debêntures liquidada em setembro de R$ 250 milhões com prazo de 5 anos.

A Direcional Engenharia levantou R$ 250 milhões em emissão concentrada em 28 fundos de investimento. Os papéis, que pagam CDI mais 2,85%, vencem em 2025.

O terceiro trimestre encerrou com uma geração de caixa de R$ 14 milhões. Acumulando assim R$ 117 milhões de geração de caixa nos últimos 12 meses.

“O que deixa a companhia numa situação ainda mais confortável e com um dos menores índices de alavancagem (Dívida Líquida Ajustada4 /PL) do setor, de 1%”, diz a empresa.

As despesas gerais e administrativas da Direcional somaram R$ 28 milhões no trimestre (6,8% da receita bruta, ante 7% no mesmo período do ano anterior).

Por fim, a Direcional comunicou ao mercado que vai recomprar 7,917 milhões de ações. Ou seja, 10% das ações em circulação no mercado.

VISÃO DE MERCADO

BB Investimentos

A Direcional apresentou resultados positivos no 3T20. Como destaques no trimestre, pontuamos: (i) o novo recorde em vendas líquidas e (ii) as despesas não recorrentes do processo de IPO da Riva, que penalizou o lucro líquido em R$ 4 milhões.

A Direcional encerrou o 3T20 com crescimento nos lançamentos e nas vendas na comparação anual. A companhia lançou oito projetos nesse período, sendo que boa parte ficou concentrada no último mês do trimestre devido a retomada gradual das atividades a medida que a flexibilização do isolamento social avançou. Assim, o VGV (valor geral de vendas) lançado totalizou R$ 458,1 milhões no 3T20, um aumento de 15,2% a/a. Novamente, a concentração de lançamentos no último mês do trimestre resultou em um baixo volume de vendas de lançamentos. Já as vendas líquidas somaram R$ 368,9 milhões, um incremento de 29,2% a/a, considerado o novo marco histórico da companhia. Os permaneceram estáveis na comparação anual (+0,2% a/a), totalizando R$ 71,8 milhões, ou 16,3% das vendas brutas. Quanto aos repasses, estes aumentaram 50,5% a/a.

Em relação aos estoques, observamos uma melhoria em sua estrutura: houve redução das unidades concluídas como percentual do estoque total de 14,4% no 3T19 para 11,1% no 3T20. Já as unidades lançadas, tanto no ano corrente quanto no ano anterior, decresceram para 79% (ante 84% no 3T19).

A Direcional possui maior flexibilidade em uma eventual necessidade de repasse dos custos para os consumidores finais. Continuamos confiantes na capacidade da Direcional de manter um forte ritmo de lançamentos para sustentar melhorias em seu desempenho econômico-financeiro.

BB Investimentos mantém recomendação de compra, com preço-alvo de R$ 17,50 para o final de 2021.

BTG Pactual

A Direcional apresentou sólidos resultados no 3T20, impulsionados principalmente por fortes vendas líquidas e margens sólidas. A receita líquida foi de R$ 376 milhões (+ 2% a/a; em linha conosco), enquanto a margem bruta foi de 36,2% (30 bps acima de nossa estimativa).

Mesmo após o pagamento de R$ 0,81/ação em dividendos no dia 21 de outubro, a alavancagem deve permanecer extremamente confortável, o que significa que esperamos que a Direcional continue crescendo (principalmente a Riva), mantendo um índice de payout elevado.

BTG Pactual mantém recomendação de compra, com preço-alvo de R$ 18,00…

Credit Suisse

Segundo o Credit Suisse, o resultado foi bastante forte e em linha com as expectativas do banco, avaliando que o próximo trimestre pode ser ainda melhor do que o terceiro trimestre, considerando que os lançamentos foram em parte concentrados no final do trimestre e que o mix de vendas possui em grande parte empreendimentos que ainda estão em estágio inicial de desenvolvimento.

Outro ponto importante é que a empresa tem acelerado a operação do Riva 9, bastante positivo dada a  preferência dos analistas na Bolsa pelo segmento de média e alta rendas, principalmente neste cenário de aumento de custos. Os analistas mantêm a recomendação outperform; contudo, ainda estão preocupados com a pressão na alta do preço e impacto nas margens, uma das razões pelas quais preferem o segmento de média/alta renda que a empresa tem exposição por meio da Riva.


Gráficos GRATUITOS na br.advfn.com

Aprenda a analisar graficamente os seus ativos. Acesse: www.youtrade.pro.br

Peça uma análise do seu portfolio de investimentos e ações.
Clique e fale com o especialista da YouSave ou acesse www.yousave.com.br


FaleComEspecialista

Deixe um comentário