Itaú Unibanco: conselho aprova segregação do conglomerado na XP

LinkedIn

O conselho de administração do Itaú Unibanco aprovou a segregação da participação do conglomerado na XP Inc. em uma nova sociedade, de acordo com fato relevante do maior banco privado do país.

O comunicado foi feito nesta quinta-feira, pelo Itaú Unibanco (BOV:ITUB4).

A segregação “ocorrerá mediante cisão de empresas do conglomerado Itaú Unibanco com a versão da parcela cindida representativa de 41,05% do capital da XP” para a nova companhia, disse a instituição financeira.

O Itaú explica que a cisão ainda precisa ser aprovada pelos acionistas, e caso isso aconteça, eles vão passar a deter participação também na Newco. O banco tem outros 5% de participação na XP, e essas ações poderão ser vendidas dependendo das condições do mercado.

Lucro líquido fica em R$ 5,030 bilhões

Na comparação do último balanço com o anterior, do 2T20, o lucro líquido cresceu 19,6%, porém, quando o resultado é comparado com o mesmo período do ano passado (3T19), a queda chega a 29,7%.

Embora os números de lucro líquido não tenham sido muito animadores na comparação anual, quando se toma o resultado entre trimestres há uma recuperação expressiva. Segundo o banco, isso se deve, sobretudo, a algumas linhas de negócios, entre eles o imobiliário e de veículos, além da receita com serviços e seguros, que estão se ajustando novamente acompanhando a recuperação da atividade econômica.

Deixe um comentário