Mercados avançam com aumento dos casos de Covid-19, apesar das notícias das vacinas

LinkedIn

ÁSIA: Os mercados asiáticos fecharam majoritariamente em alta nesta quarta-feira. Os investidores permaneceram cautelosos, apesar das esperanças com vacinas, com os casos de coronavírus continuando a aumentar, enquanto o dólar americano continuou sua queda.

O composto de Xangai da China subiu 0,22%, enquanto o Shenzhen Component caiu 0,54%.

O índice Hang Seng de Hong Kong negociou em alta de 0,48%.

No Japão, o Nikkei caiu 1,10%, enquanto o Topix recuou 0,81%. As exportações japonesas em outubro caíram 0,2%, comparado a um declínio de 4,5% previsto por economistas em uma pesquisa da Reuters, após uma queda de 4,9% em setembro, ajudadas por um aumento na demanda por carros japoneses pela China e os EUA, porém, no dia de hoje, as montadoras, uma das principais fontes exportadoras do país, caíram de um modo geral. Mitsubishi Motor despencou quase 5%, enquanto a Honda caiu 3,78% e Toyota recuou 1,61%.

As ações da SoftBank caíram 0,91% após o seu CEO Masayoshi Son dizer que vendeu ativos agressivamente neste ano para se preparar para o “pior cenário”, em que o mundo se fecha em uma segunda onda de surtos de coronavírus.

Na Coreia do Sul, o Kospi subiu 0,26%.

O S & P / ASX 200 da Austrália subiu 0,51% para 6.531,10 pontos. As mineradoras recuaram. BHP caiu 1,2%, Fortescue Metals recuou 0,7%, enquanto Rio Tinto perdeu 0,6%. Entre as produtoras de energia, Santos caiu 1,8% e Woodside Petroleum avançou 1,2%.

O índice MSCI para Ásia-Pacífico exceto Japão subiu 0,42%.

Entre as notícias corporativas, a taiwanesa Foxconn abriu uma fábrica de US $ 26 milhões no norte do Vietnã para produzir monitores, disse a Reuters, citando o governo vietnamita. As ações da Foxconn saltaram quase 1% no dia.

EUROPA: Os investidores europeus mantém cautela na manhã de quarta-feira, conforme a recuperação do mercado global esfria após uma onda de notícias positivas sobre a vacina contra o coronavírus.

O Stoxx Europe 600 sobe 0,24% após perder o fôlego causado pela euforia das notícias positivas de duas vacinas e fechar em baixa na sessão de ontem. O alemão DAX 30 e o francês CAC 40 oscilam entre pequenas altas e baixas, o IBEX 35 da Espanha sobe 0,27%, enquanto o FTSE MIB da Itália avança 0,69%.

Em Londres, o FTSE 100 cai 0,06%, com as mineradoras pesando sobre o índice. Anglo American cai 0,1%, Antofagasta recua 0,2%, enquanto BHP cai 0,1% e Rio Tinto opera estável. Entre as empresas de energia, BP cai 0,6% e Royal Dutch Shell recua 0,1%.

A inflação anual dos preços ao consumidor no Reino Unido em outubro aumentou 0,7% em relação ao mesmo período do ano anterior, ante alta de 0,5% em setembro. Economistas consultados pelo The Wall Street Journal esperavam que a inflação subisse 0,5%. O aumento da inflação foi impulsionado pelo aumento dos preços de vestuário, calçados, alimentos e móveis, enquanto os preços de recreação, cultura e transporte caíram. Em relação a setembro, os preços ao consumidor permaneceram estáveis. A taxa de inflação permanece bem abaixo da meta de 2% do Banco da Inglaterra.

Os casos do vírus vem aumentando em ambos os lados do Atlântico, embora os países europeus possam estar começando a lidar melhor com isso, uma vez que medidas restritivas estão em vigor há semanas em muitos países. Medidas semelhantes estão começando a ser implementados em vários estados dos EUA.

A presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, disse na terça-feira que as notícias otimistas sobre vacinas não mudariam fundamentalmente o plano dos bancos centrais em adicionar estímulos. “Não quero minimizar as boas notícias de que as vacinas trazem, mas acho que, como banco central, temos que estar atentos não apenas ao curto prazo e ao impacto das notícias, temos que estar atentos à situação geral”, disse Lagarde durante o Bloomberg New Economy Forum.

Entre as notícias corporativas, a Associação Europeia dos Fabricantes de Automóveis reportou uma queda de 7,8% nas vendas em outubro, após um pequeno ganho em setembro. As vendas de automóveis tiveram dificuldades em meio a novas restrições para parar o vírus em toda a região.

EUA: Os futuros dos índices de ações dos EUA operam entre pequenas altas e baixas na manhã de quarta-feira, com os investidores digerindo a recente recuperação recorde das ações.

Na terça-feira, o Dow Jones Industrial Average caiu mais de 167 pontos, ou 0,56%, pesada pelas ações da Walgreens, Home Depot e Walmart. O S&P 500 perdeu 0,48%. A sessão de terça-feira foi a primeira em três dias em que o Dow e o S&P 500 caíram, após recordes na segunda-feira.

O Nasdaq Composite caiu 0,21%. As ações da Tesla saltaram mais de 8% depois que o S&P Dow Jones Indices disse que a empresa de veículos elétricos se juntaria ao S&P 500.

As bolsas estão tendo um desempenho robusto no mês devido às notícias positivas de duas farmacêuticas dos EUA sobre as vacinas contra o Covid-19. O Dow sobe mais de 12% e o S&P 500 salta mais de 10% em novembro. O Nasdaq Composite registra um desempenho inferior à medida que os investidores abandonam as ações de tecnologia mas ainda sobe mais de 9%.

As ações estão subindo apesar de um cenário de piora das infecções por Covid-19 nos EUA. A média de sete dias de novas infecções diárias por Covid-19 nos EUA ultrapassou 150.000 pela primeira vez na segunda-feira, de acordo com uma análise da Johns Hopkins. As vendas no varejo ficaram abaixo do esperado em outubro, enquanto milhões de americanos perderam seus desempregos em meio ao aumento de casos.

Uma série de varejistas informarão os lucros trimestrais na quarta-feira, como a Target, Lowe’s e TJX Companies que devem relatar antes do sino de abertura. Nvidia, Copa Holdings e L Brands relatam ganhos após a sessão de quarta-feira.

O FDA dos EUA autorizou na terça-feira o uso emergencial de um kit de teste de 30 minutos da Lucira Health, uma fabricante da Califórnia, o primeiro teste de coronavírus que pode ser realizado e desenvolvido inteiramente em casa. No entanto, o teste exigirá prescrição prévia, provavelmente limitando seu uso inicial. O teste da empresa permite que os usuários se “cotonetem” para coletar uma amostra nasal. A amostra é então colocada em um frasco que se conecta a um dispositivo portátil, que interpreta os resultados e exibe se a pessoa testou positivo ou negativo para coronavírus.

Na agenda econômica, às 10h30 sairá os dados de início de habitação e licenças de construção e às 12h30 será divulgado a situação dos estoques semanais de petróleo dos EUA.

ÍNDICES FUTUROS – 7h10:
Dow: +0,38%
SP500: +0,28%
NASDAQ: +0,26%

COMMODITIES
MinFe Dailan: +1,54%
Brent: +1,21%
WTI: +1,15%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado e a europeia no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados.

Deixe um comentário