Telefônica Brasil aprova R$ 400 milhões em juros sobre capital próprio

LinkedIn

A Telefônica Brasil aprovou o crédito de Juros Sobre Capital Próprio (JSCP) no valor de R$ 400 milhões, relativo ao exercício social de 2020.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:VIVT4) de telefonia nesta segunda-feira (16).  O pagamento do provento é realizado até o final do exercício social de 2021.

Com retenção de imposto de renda na fonte, à alíquota de 15%, o valor chega a R$ 340 milhões, com base no balanço patrimonial de 31 de outubro de 2020, de acordo com a Telefônica.

O valor por ação será de 0,23690201678, mas chegando a R$ 0,20136671426 após a dedução do imposto. A cifra dos juros sobre capital próprio ainda pode ser ajustada até 27 de novembro, em função de eventuais aquisições de ações no programa de recompra.

Ainda segundo a Telefônica, os juros sobre capital próprio serão pagos com base na posição acionária do dia 27 de novembro. Após a data as ações serão consideradas “ex-juros”.

Lucro líquido de R$ 1,2 bilhão no 3T20

Telefônica Brasil, dona da Vivo, fechou o terceiro trimestre com lucro líquido de R$ 1,212 bilhão, o que representa uma alta de 25,5% na comparação anual. Segundo a operadora, o número é decorrência da queda nas suas despesas com juros e com impostos. Por outro lado, entre janeiro e setembro foi registrada uma queda de 6,7% no lucro, em relação ao mesmo intervalo de 2019.

Em teleconferência com analistas de mercado, Gebara afirmou que a futura empresa de infraestrutura de fibra óptica que a operadora planeja criar em 2021 poderá lançar mão de fusões e aquisições para expandir sua rede.

Deixe um comentário